Mundo Zelensky: Um novato cercado de raposas

Zelensky: Um novato cercado de raposas

Segundo Pedro Delfino, o ex-ator, Zelensky, nessa história toda age como ele sabe fazer de melhor: atuando

-

- Advertisment -

Nos últimos dias vi muitas teorias sendo levantadas sobre o presidente ucraniano, dando a entender que ele está mancomunado com Soros, Biden e Putin nessa guerra.

Deixei para tratar desse assunto por último, pois queria ter tempo de pesquisar a fundo antes de comentar alguma coisa. E pasmem: nada encontrei de relevante que confirmasse essa teoria. Tudo o que vi foram suspeitas frágeis, como o fato do Soros ter atividades na Ucrânia e por vezes ter tentado manipular o seu governo.

Grande coisa: ele faz isso em absolutamente todos os países, inclusive no Brasil.

O que me parece mais sensato é acreditar que, muito antes de estar em conluio com os globalistas, Zelensky foi enganado e usado por eles como um peão do tabuleiro.

Por ser um político inexperiente, foi induzido a comprar uma guerra desnecessária com a Rússia (guerra essa que os globalistas ocidentais queriam comprar, mas não podiam provocá-la pessoalmente).

A Ucrânia era o bode expiatório perfeito para o papel, afinal, pela antiga relação entre os dois países, uma aproximação da Ucrânia com o Ocidente certamente levaria a uma resposta firme dos russos. E, por não fazer parte da OTAN, o Ocidente conseguiria armar o conflito, podendo sacrificá-la depois, sob justificativa de não intervir para não desencadear uma Terceira Guerra Mundial.

O ex-ator, Zelensky, nessa história toda age como ele sabe fazer de melhor: atuando. E tenta capitalizar em cima da situação para se mostrar ao mundo como a heróica liderança de um povo abandonado.

Porém, a mídia, que o retrata agora como essa vítima, não diz que foi ele quem permitiu essa situação, por ter confiado que o Ocidente ia enfrentar a Rússia para defender a Ucrânia.

Sua inexperiência e ingenuidade o levaram para o meio de uma guerra impossível de se ganhar e a confiar nos globalistas que não têm pudores de vender até a própria mãe para avançar o seu projeto de poder.

Não há nada de concreto que nos sinalize um envolvimento do Zelensky nessa armação entre os dois principais planos de poder global.

O que há, tão somente, é a terrível constatação do que pode acontecer quando o destino de um povo cai nas mãos de um novato cercado de raposas.

Pedro Delfino é especialista em História da Civilização Ocidental e História da Igreja Católica; autor do livro Mentalidade Atrasada, Nação Fracassada (que aborda temas como História, Filosofia e Política); do Curso de História Geral da Civilização Ocidental, do Curso de Excelência Catholica, do livro Via Sancta e é co-Fundador do Movimento Brasil Conservador.
contato: Canal no Telegram / Instagram @phdelfino / E-mail: contato@phdelfino.com

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas notícias

De Onde Vem o Poder?

Há no Brasil um erro de pensamento de achar que tudo o que ocorre na política não...

O Servidor Covarde

O Mossad, no ano de 1960, capturou o servidor público alemão Adolf Eichmann na Argentina. Brevemente, quem...

O movimento é maior que Bolsonaro

Com Bolsonaro fazendo seu último discurso e saindo do Brasil, muitos que “se diziam” conservadores e guerreiros...

Clístenes e a Democracia: Onde Bolsonaro entra nessa história?

Em artigo anterior, “Bolsonaro Despertou Sentimentos de Patriotismo, Grandeza e Amor à Pátria”, vimos a vitória do povo...
- Advertisement -

O fim de uma batalha não determina o fim da guerra

Eu não perco a esperança pois o movimento é MAIOR que Bolsonaro. O povo,...

Noite de premiação marca o ecossistema de startups de Brasília e região

Nos últimos anos, o Distrito Federal tem se posicionado como um polo de tecnologia e do crescimento...

Você deve ler isso...

De Onde Vem o Poder?

Há no Brasil um erro de pensamento...

O Servidor Covarde

O Mossad, no ano de 1960, capturou...
- Advertisement -

Você pode gostar tambémRELATED
Recomendado para você

WhatsApp Receba o nosso CONTEÚDO no WhatsApp