domingo, janeiro 17, 2021
Início Tudo Professor de Harvard reflete sobre invasão do Brasil para “salvar” a Amazônia

Professor de Harvard reflete sobre invasão do Brasil para “salvar” a Amazônia

“Estou apenas apontando que o Brasil pode ser um pouco mais vulnerável à pressão do que alguns outros Estados”, diz Stephen Walt

-

- Advertisement -

Stephen M. Walt, professor de relações internacionais da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, publicou um artigo na revista Foreign Policy defendendo a intervenção em outros países para evitar danos irreversíveis e catastróficos ao meio ambiente.

O país foco de sua tese seria o Brasil como aponta já no título de seu texto: “Quem vai invadir o Brasil para salvar a Amazônia?”. Walt pinta um cenário no ano de 2025, quando o governo americano anunciaria um ultimato para o Brasil interromper o desmatamento ou sofrerá ataques militares.

O professor diz que o cenário proposto é apenas hipotético e não uma recomendação de um curso de ação. “Para deixar claro: não estou recomendando esse curso de ação agora ou no futuro. Eu estou apenas apontando que o Brasil pode ser um pouco mais vulnerável à pressão do que alguns outros Estados”, diz no texto.

Walt discute os direitos, responsabilidades e obrigações na manutenção do meio ambiente, já que é um sistema que pode influenciar nações mundo afora.

“É isso que torna o caso brasileiro mais interessante. O Brasil está de posse de um recurso global crítico – por razões puramente históricas – e sua destruição prejudicaria muitos Estados, se não o planeta inteiro. Ao contrário de Belize ou Burundi, o que o Brasil faz pode ter um grande impacto,” avalia o professor.

E acrescenta: “O Brasil não é uma verdadeira grande potência, e ameaçá-lo com sanções econômicas ou mesmo com o uso da força, se ele se recusar a proteger a floresta tropical, pode ser viável.”

com informações FP*

WhatsApp Receba as notícias do Relevante