Teste de vacina contra Covid-19 tem sucesso nos EUA, diz farmacêutica

Presidente Donald Trump celebra os avanços nas pesquisas clínicas

288
Tânia Rêgo/Agência Brasil

A empresa farmacêutica Moderna, localizada nos Estados Unidos, anunciou ontem (18) que os testes preliminares para uma vacina contra a Covid-19 foram bem sucedidos. A resposta imunológica ao composto foi positiva, se mostrando segura em humanos e capaz de gerar anticorpos similares aos de pacientes que se curaram da doença.

Em março, a pesquisa passou a usar humanos para testagem da fórmula, divididos entre três grupos, 45 voluntários saudáveis participaram. Os teste foram focados no aprimoramento da dosagem correta do composto a fim de evitar efeitos adversos, cada pessoa recebeu duas doses para atestar a segurança.

Segundo a Moderna, apenas três pacientes, que receberam uma dosagem mais alta da vacina, apresentaram sintomas sistêmicos um pouco mais acentuados como fadiga, febre leve, dores musculares ou dores de cabeça, classificados de “nível 3”. Os efeitos se manifestaram após a segunda aplicação e se dissiparam dentro de um dia.

Todos os participantes desenvolveram anticorpos duas semanas após a primeira aplicação. Com a demonstração de eficácia, os pesquisadores agora poderão avançar para a segunda etapa dos testes. Nesta fase, a vacina será aplicada em 600 voluntários saudáveis, sendo administrado em parte deles um placebo.

Se confirmada a resposta imunológica positiva, a fase final entra em prática com uma amostragem estatisticamente mais relevante. Estima-se a conclusão dessa etapa em julho.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump,celebrou os avanços nas pesquisas clínicas. “Um tremendo progresso foi feito. Alguns grandes anúncios estão por vir e acabam de ser anunciados e o mercado subiu quase 1.000 pontos”, disse Trump em uma reunião com executivos de restaurantes americanos e líderes do setor na Casa Branca.