Início Política Secretário de Saúde do DF é preso por fraude na compra de...

Secretário de Saúde do DF é preso por fraude na compra de testes para covid-19

Operação Falso Negativo cumpre, em 8 estados, 44 mandados de busca e apreensão e sete de prisão

-

O secretário de Saúde do Distrito Federal, Francisco Araújo, foi preso de forma preventiva na Operação Falso Negativa, deflagrada hoje (25) pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), suspeito de praticar irregularidades na compra de testes para a detecção da covid-19.

Ao todo, foram expedidos 44 mandados de busca e apreensão e sete de prisão, entre temporárias e preventivas em outros oito estados. Entre os detidos na capital federal, por ordem do desembargador Humberto Adjuto Ulhôa, do Tribunal de Justiça do DF, estão:

Francisco Araújo – secretário de Saúde do DF
Ricardo Tavares Mendes – ex-secretário adjunto de Assistência à Saúde do DF
Eduardo Hage Carmo – subsecretário de Vigilância à Saúde do DF
Eduardo Seara Machado Pojo do Rego – secretário adjunto de Gestão em Saúde do DF
Jorge Antônio Chamon Júnior – diretor do Laboratório Central do DF
Ramon Santana Lopes Azevedo – assessor especial da Secretaria de Saúde do DF

A informação foi confirmada pelo MPDFT, que aguarda o levantamento do sigilo da operação para se manifestar sobre o caso. Os investigadores afirmam que o prejuízo aos cofres públicos chega a R$ 18 milhões.

Governador

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, divulgou uma nota na qual diz “lamentar a desnecessária operação ocorrida nesta manhã e que culminou na prisão preventiva da cúpula da Secretaria de Saúde”.

“O secretário da Saúde, Francisco Araújo Filho, e toda sua equipe sempre estiveram à disposição das autoridades para esclarecer quaisquer fato, mantendo abertos todos os processos em curso na SES, pelo Sistema Eletrônico de Informações (SEI), comprovando a inexistência dos crimes a que estão sendo indevidamente acusados”, diz a nota assinada pelo governador.

WhatsApp Receba as notícias do Relevante