Início Política Salles afirma que "questões ideológicas" impedem combate às queimadas

Salles afirma que “questões ideológicas” impedem combate às queimadas

Segundo ministro, os incêndios poderiam ser evitados com ações de "fogo preventivo" e "retardantes", barradas por governadores

-

O ministro do meio-ambiente, Ricardo Salles, afirmou que “questões ideológicas” têm impedido o combate às queimadas. Em entrevista ao programa Pânico, da Jovem Pan, ele comentou sobre alguns fatores que contribuem para os atuais incêndios no Pantanal e defende que não se trata de falta de fiscalização.

“Os fatores climáticos são uma parte do problema, outra parte é quando você proíbe o fogo preventivo do pasto, vai acumulando massa orgânica e vai pegando fogo de forma geral, ninguém controla. E o pessoal nos estados, ao invés de apoiar o uso do fogo controlado, por uma questão de visão ideológica não incentivou”, explica Salles.

Outro motivo apontado pelo ministro trata da diminuição do gado criado solto, chamado gado a pasto, que ao se alimentarem da vegetação reduz o mato acumulado. “Com isso, cresce muito capim, mato e queima muito”, diz.
Os movimentos ambientalistas também entraram na lista do ministro, que destaca que o impedimento do uso de retardante de fogo contribui para os incêndios intensos.

“O mundo todo usa. Estados Unidos, Europa, Canada, todo mundo usa bloqueadores de fogo. É um produto químico parecido com fertilizantes, você mistura na água da aeronave e ele é 5 vezes mais eficiente, mas algumas pessoas não querem usar”, critica o ministro.

E completa: “Que seja uma lição para os próximos anos, que os governadores permitam essas medidas preventivas”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

WhatsApp Receba as notícias do Relevante