Início Política PT pede ao STF que Bolsonaro seja proibido de estimular uso da...

PT pede ao STF que Bolsonaro seja proibido de estimular uso da cloroquina

Legenda acusa o presidente de negligência e desinformação no combate ao coronavírus

-

Em ação apresentada no Supremo Tribunal Federal (STF), o PT pede que o presidente Jair Bolsonaro seja proibido de fazer declarações sobre medicamentos para o tratamento do coronavírus, como a cloroquina. O partido alega “negligência e desinformação” por parte de Bolsonaro no combate à pandemia.

Segundo a legenda, há um estímulo ao uso de medicamentos inapropriados e também pelo fim do distanciamento social. “A presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR) entrou […] com ação de descumprimento de preceito fundamental (ADPF) no Supremo Tribunal Federal, pedindo que a corte declare inconstitucionais os atos omissivos e aqueles praticados pelo governo Bolsonaro.”

O PT alega que as informações sobre os casos de coronavírus no país “não são confiáveis”. “Estamos vivendo claramente uma crise de informações, porque está claro que há subnotificações e o governo ignora a realidade”, diz a parlamentar.

“As autoridades públicas possuem a obrigação de ter consciência dos desdobramentos de suas falas, de tal sorte que a divulgação de uma possível solução para a COVID-19 inevitavelmente colaborará por uma busca desenfreada por tais medicamentos nas farmácias, sem considerar o potencial lesivo dos efeitos colaterais e, muito menos, da escassez que promoverá àqueles que efetivamente demandam desses medicamentos para seus tratamentos regulares”, declara um trecho da ação- como noticia a Focus.

Em nota, o PT também diz que a ação, que foi apresentada no final do último mês, pede que o STF “obrigue o governo a editar um comunicado oficial para retificação das indicações e atos públicos de promoção do uso de medicamentos, como a cloroquina.”

FONTEFocus
WhatsApp Receba as notícias do Relevante