PGR vai analisar conteúdos da “Vaza Jato”, diz Aras

Supostas mensagens vazadas sobre a Operação Lava Jato já estão no MPF

Reprodução/Agência Brasil

A análise de conteúdos vazados de procuradores, juízes e políticos pela Operação Lava Jato voltou a ser alvo de debate no início dessa semana. Durante entrevista, o procurador-geral da República (PGR), Augusto Aras, defendeu que os conteúdos da “Vaza Jato” precisam ser apreciados. Algumas mensagens já estão no gabinete do Ministério Público Federal (MPF).

Ainda, de acordo com a publicação da Jovem Pan, Aras disse “que esse é um assunto sensível, uma vez que terá “grandes repercussões para o direito e, especialmente, para os processos onde já há condenação”, mas reforçou que é preciso apreciar os conteúdos, uma vez que eles revelariam um “projeto de poder” que não pode acontecer dentro do MPF”

“Não podemos abrir mão, porque, se admito hoje que isso ocorra contra terceiros, eu certamente poderei ser a vítima amanhã ou depois”. “Precisamos seguir as melhores práticas, as boas práticas, que estão encrustadas no nosso processo civilizatório”, disse.

com informações Jovem Pan*