Início Política Outdoor transforma membros da Operação Lava Jato em réus

Outdoor transforma membros da Operação Lava Jato em réus

Ação popular questiona violação do princípio da moralidade e da impessoalidade em razão de propaganda publicitária

-

Integrantes da Operação Lava Jato se tornaram réus em uma ação popular que questiona propaganda em outdoor em comemoração aos 5 anos da força-tarefa da Lava Jato, instalado na via que liga Curitiba ao aeroporto Afonso Pena.

Nove procuradores da força-tarefa estão na peça publicitária, que segundo representantes do Caad (Coletivo Advogadas e Advogados pela Democracia) consiste em “publicidade em louvor próprio” e, dessa forma, fere os princípios da moralidade e da impessoalidade da administração pública.

O Caad decidiu entrar com uma ação popular na Justiça Federal e pediu ao CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público) a apuração do caso. Os procuradores Deltan Dallagnol — coordenador da operação no Paraná — e Diogo Castor de Mattos (que teria confessado a contratação da peça a outros procuradores via Telegram), que foram intimados a prestar esclarecimentos. Outras 16 pessoas e as empresas Outdoormídia e U P Painéis também são rés no processo.

WhatsApp Receba as notícias do Relevante