Início Política Lula defende Bolsonaro e critica Sergio Moro

Lula defende Bolsonaro e critica Sergio Moro

Em entrevista, ex-presidente chamou ex-ministro de ‘desequilibrado’ e ‘medíocre’

-

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu o presidente Jair Bolsonaro e voltou a criticar o ex-ministro Sérgio Moro. Durante entrevista virtual, Lula afirmou que as acusações de intervenção do presidente Bolsonaro na Polícia Federal e a saída do ex-juiz do governo foram um show de “pirotecnia”.

Para ele, o chefe do Executivo tinha o direito indicar o diretor-geral da Polícia Federal.
“É importante lembrar que o presidente da República tem o direito de indicar o diretor da Polícia Federal, sim. Eu indiquei duas vezes e nunca pedi nem orientei porque eles têm autonomia. E por que o Moro achava que ele podia e o Bolsonaro não podia? Tenta ganhar a opinião pública mentindo outra vez”, disse Lula.

Segundo Lula, Moro tem se mostrado uma pessoa “desequilibrada” e “medíocre”. “Ele (Moro) poderia ter demonstrado seriedade quando virou bolsonarista. Ele é tão medíocre que quando sai, ele tenta criar mais uma pirotecnia com o apoio da Globo. Se alguém tivesse feito um teste psicotécnico com o Moro, iriam descobrir que ele é um desequilibrado”, disse.

O ex-presidente petista, apesar de buscar esclarecer que não sente ódio de Moro, critica a postura que foi adotada pela antigo magistrado, que segundo ele tentou se vender “como um ser humano superior, um ser maior, que ele quebrou a cara”.

“Não tenho do Moro o ódio que ele tem de mim. Como pessoa humana, quero que ele seja tratado com o respeito que eu não fui por ele. Ele que siga a vida dele. Se quiser ser candidato a presidente, tem que procurar um partido, se filiar, e fazer campanha”, declarou.

FONTEVeja

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

WhatsApp Receba as notícias do Relevante