Início Política Juristas evangélicos querem voz em debates na ONU

Juristas evangélicos querem voz em debates na ONU

Associação apoia pautas do Itamaraty, mas afirma ser “independente de qualquer governo”

-

Um grupo de juristas evangélicos do Brasil almeja obter status consultivo na ONU em 2020, para que estejam habilitados a discursar em reuniões oficiais, organizar debates e até mesmo submeter informes em diferentes organismos.

A iniciativa foi valorizada pelo governo de Jair Bolsonaro, uma vez que a classe possibilitaria uma abertura para mudanças na agenda internacional as quais o Itamaraty defende, como em assuntos relacionados a direitos humanos, sexualidade e outros aspectos da política externa, informa o UOL.

Desde 2017, a Associação Nacional de Juristas Evangélicos (Anajure) solicitou o reconhecimento do status consultivo, que na prática é um processo tradicionalmente extenso. Mas com a chegada da reunião do Comitê da ONU sobre ONGs, a ser realizado em Nova Iorque a partir do dia 20 de janeiro, os representantes da entidade poderão reforçar esse requerimento, que já está pautado na agenda de debates.

Várias entidades brasileiras já contam com esse status, mas para Bolsonaro a presença de juristas evangélicos no ECOSOC (Conselho Econômico e Social das Nações Unidas) vai servir de contraponto e equilibrar essa representação frente a outras organizações que se opõem na ONU às políticas reacionárias de seu governo.

Uma das peças-chave é o jurista Uziel Santana, presidente da Anajure, que deixa claro que a ação da instituição “é independente de qualquer governo”, apesar de manifestar apoio ao Itamaraty e ao chanceler Ernesto Araújo.

“No governo Bolsonaro, temos apoiado várias pautas que nos são comuns, especialmente o trabalho do chanceler Ernesto Araújo. […] Isso, certamente, fortalece nossa candidatura, sem que isso implique adesão irrestrita às pautas de qualquer governo. No passado não foi assim, e no presente não é assim”, afirmou, segundo o colunista Jamil Chade.

FONTEUOL
WhatsApp Receba as notícias do Relevante