Início Política 'José Dirceu quer obstruir democraticamente conservadores', alerta Roberto Jefferson

‘José Dirceu quer obstruir democraticamente conservadores’, alerta Roberto Jefferson

Ex-deputado aponta união entre petista e presidente da OAB para domínio políticos dos tribunais do Brasil

-

O ex-deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ), alerta para manobras do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu (PT), para domínio político dos tribunais regionais, federal e superiores do Brasil.

Em entrevista, ele afirma que Felipe Santa Cruz, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, tem estado muito próximo do petista a fim de estabelecer democraticamente que mais membros de esquerda estejam em posições relevantes dentro do judiciário.

“O PT tomou de assalto OAB, só em São Paulo que não conseguiu fazê-lo, mas no Rio fez em Minas, no Rio Grande do Sul. Das 27 sessões me parece que o PT domina 20”, disse durante o programa Os Pingos Nos Is, da Jovem Pan.

A OAB é responsável por indicar ministros ou desembargadores para tribunais estaduais, federal e os tribunais superiores do Brasil a partir da lista tríplice do Quinto Constitucional.

De acordo com o artigo 94 da Constituição Federal, 1/5 dos lugares dos Tribunais deve ser composto por membros do Ministério Público e por advogados de notório saber jurídico e de reputação ilibada. A indicação dos advogados é feita pela Ordem.

Segundo Jefferson, José Dirceu unido a Felipe Santa Cruz busca dominar todas as seções do judiciário com a indicação para a lista tríplice de três nomes que sejam ligados ao PT. “Hoje, o Supremo já é um puxadinho do PT e do PSDB e o José Dirceu quer continuar com ativismo judicial nos tribunais regionais e superiores do Brasil” afirma.

O ex-deputado critica a Corte, por permitir que petista continue construindo um poder que faça obstrução democrática aos partidos conservadores. “José Dirceu continua trabalhando mesmo condenado a 30 anos de reclusão, mas sem cumprir pena, não usa tornozeleira eletrônica, porque o Gilmar Mendes concedeu a ele um habeas corpus.”

WhatsApp Receba as notícias do Relevante