Início Política Indicação de Kassio Nunes para o STF não agrada apoiadores de Bolsonaro

Indicação de Kassio Nunes para o STF não agrada apoiadores de Bolsonaro

Aliados do presidente elaboram dossiê do desembargador e alertam: “É petista de carteirinha”. Felipe Santa Cruz da OAB, afirmou que Kassio possui “uma trajetória honrada e reconhecida”

-

A indicação de Kassio Nunes Marques, desembargador do Tribunal Regional Federal da 1° Região, para a vaga do ministro Celso de Mello no Supremo Tribunal Federal foi confirmada ontem (1) pelo presidente Jair Bolsonaro e publicada no Diário Oficial da União (DOU) de hoje (2).

Representantes da ala ideológica e militar do governo não receberam a indicação com agrado. “O clima é de velório”, afirmou um assessor direto do presidente à CNN . Aliados passaram a enviar à Bolsonaro uma série de informações sobre a relação de Nunes com a esquerda e alertam: “É petista de carteirinha, com ampla penetração nos gabinetes de Brasília, dos quais esconde a sua identidade político-partidária”, diz um trecho da representação.

O pastor Silas Malafaia também criticou: “O PT, toda a esquerda, o centrão, os corruptos e todos os que são contra a Lava Jato agradecem”. Como forte apoiador do presidente, ele justifica seu posicionamento: “Sou aliado do presidente e não alienado.”

Marques ainda será sabatinado pelo Senado, onde ele precisará ter votos de ao menos 41 dos 81 senadores. Mas consultores do Congresso avaliam que a escolha de Bolsonaro foi prudente, visto que a indicação não depende 100% do presidente da República.

“O presidente da República não indica ministro para o STF. Ele indica para o Senado, que vai decidir se acata ou não o nome. Se o presidente indicasse alguém apenas da sua inteira confiança, com certeza não seria aprovado no Senado”, aponta um consultor legislativo.

Ordem dos Advogados do Brasil

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, comemorou pelas redes sociais ontem (1º) a confirmação de um dos nomes que poderá ocupar a cadeira deixada por Celso de Mello no Supremo Tribunal Federal (STF). Santa Cruz, ao falar sobre o magistrado, afirmou que ele ‘possui todos os pressupostos constitucionais e uma trajetória honrada e reconhecida’.

“A Ordem dos Advogados do Brasil saúda a indicação do Desembargador Federal Kassio Nunes Marques para ocupar a vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal. O desembargador possui todos os pressupostos constitucionais e uma trajetória honrada e de reconhecida eficiência.”, escreveu o presidente da OAB.

Sabatina

O presidente Bolsonaro afirmou que outros dois ministros estão “na fita” de cotados para à Corte. Os ministros da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, e da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira. Durante o atual mandato, Bolsonaro ainda poderá indicar mais um ministro para a Suprema Corte. Dessa vez para substituir Marco Aurélio Mello que se aposenta em julho de 2021.

Segundo a CNN, Bolsonaro deve ser reunir com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre nesta sexta (2), para tratar sobre a sabatina e pedir celeridade no processo. O candidato deverá conquistar a maioria absoluta de votos dos senadores para se tornar um novo membro do Supremo Tribunal Federal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

WhatsApp Receba as notícias do Relevante