Política Em discurso histórico, Bolsonaro diz que o “momento chegou”

Em discurso histórico, Bolsonaro diz que o “momento chegou”

Com amplo apoio popular e presente na maior manifestação da história de Brasília, presidente faz discurso sensato e carismático

-

- Advertisment -

Eu sei que muitos estavam esperando por este dia. Desde o dia 1º de agosto, quando o presidente convocou a população a comparecer nas manifestações de 7 de setembro para dar “uma última oportunidade” àqueles que têm se comportado como tiranos, as coisas estão diferentes. Nós nos preparamos. Nós nos organizamos. Nós não nos abatemos e trabalhamos para mostrar um 7 de setembro inesquecível. Nós fizemos nossas faixas, compramos nossas camisas com dizeres patrióticos e convocamos nossos parentes e amigos. E eu posso dizer, tendo participado das comemorações aqui em Brasília, que esse dia entrará para a história.

Como uma grande maravilha construída pelas mãos de muitos para expressar a grandeza de um propósito, o 7 de setembro de 2021 foi especial. O povo de bem se reuniu e criou algo grandioso que exclama o nome de Deus e a liberdade. Em Brasília, caminhoneiros, produtores rurais e cidadãos de todo o centro-oeste, norte e nordeste se reuniram para compor a maior manifestação que a capital do país já viu até então. A prisão de um dos organizadores, o caminhoneiro Zé Trovão, dias antes do evento, parece ter atiçado ainda mais o espírito dos brasileiros que foram à Esplanada dos Ministérios.

E claro, muitos foram por causa da promessa. A promessa de que o Brasil podia mudar depois desse dia. O presidente pediu um sinal e o povo deu um sinal. E o discurso do presidente, transcrito abaixo, não nos decepcionou. Bolsonaro disse que irá se reunir com o Conselho da República ainda esta semana para apresentar aos demais poderes o retrato dessa grande maravilha que construímos no dia 7. E de acordo com a reação deles, irá atuar conforme esse retrato que pede por liberdade, justiça e ordem.

Segue abaixo a transcrição do discurso:

Discurso do presidente Jair Bolsonaro na Esplanada dos Ministérios, em frente ao Congresso Nacional, na manhã do dia 7 de setembro de 2021.

“(…) Barbaridades eles cometeram. Imaginem um desses ocupando a minha cadeira, o que ele não imporia à nossa nação. Creio que o momento chegou. Vocês sentiram o gosto amargo do autoritarismo. Vocês passaram a valorizar algo mais importante que a vida de vocês, que é a sua liberdade. Muitas vezes vocês me ouviram dizer que jogava dentro das quatro linhas da constituição. Muitos de vocês não aceitavam isso. Muitos de vocês, repito, queriam que a gente fizesse diferente. Eu vou falar agora o que vai ser diferente.

A partir desse momento, o poder executivo federal, juntamente com seus 23 ministros, nós não mais aceitaremos que qualquer autoridade usando a força do poder passe por cima da nossa constituição. Não mais aceitaremos qualquer medida, qualquer ação, qualquer sentença que venha de fora das quatro linhas da constituição. Nós também não podemos continuar aceitando que uma pessoa específica da região dos três poderes continue barbarizando a nossa população. Não podemos aceitar mais prisões políticas no nosso Brasil. Ou o chefe desse poder enquadra o seu ou esse poder pode sofrer aquilo que nós não queremos. Porque nós valorizamos, reconhecemos e sabemos o valor de cada poder da república.

Nós todos aqui na Praça dos Três Poderes juramos respeitar a nossa constituição. Quem age fora dela, se enquadra ou pede para sair. E esse ministro específico do supremo tribunal federal perdeu as condições mínimas de continuar dentro daquele tribunal. Nós todos aqui, sem exceção, somos aqueles que dirão para onde o Brasil deverá ir. Temos na nossa bandeira escrito Ordem e Progresso. É isso que nós queremos. Não queremos ruptura. Não queremos brigar com poder nenhum. Mas não podemos admitir que uma pessoa turbe a nossa democracia. Não podemos admitir que uma pessoa coloque em risco a nossa liberdade.

Eu jurei um dia, juntamente com Hamilton Mourão, vice-presidente do meu lado, juntamente com Braga Netto, ministro da defesa, darmos as nossas vidas pela pátria. Todos vocês que porventura não fizeram esse juramento, fizeram outro igualmente importante, de dar a vida pela sua liberdade. A partir de hoje uma nova história começa a ser escrita aqui no Brasil. Peço a Deus, mais que sabedoria: força e coragem para bem decidir. Não são fáceis as decisões. Não escolho o lado do conforto. Sempre estarei do lado do povo brasileiro.

Esse retrato, que estamos tendo nesse dia, não é de mim nem ninguém em cima desse carro de som. Esse retrato é de vocês. É um comunicado, é um ultimato, para todos que estão na Praça dos Três Poderes, inclusive eu, presidente da república, (saibam) para onde devemos ir. Cada um de nós deve se curvar à nossa constituição federal. Nós temos essa obrigação. Se queremos a paz e a harmonia, devemos nos curvar à nossa constituição.

Vou dizer a vocês: enquanto vocês estiverem comigo, eu estarei com vocês. Não importa quantos obstáculos porventura tenhamos ao longo do nosso caminho. Cheguei aqui, entendo, por uma missão de Deus. E a Ele devo a minha segunda vida e devo também a condução dessa nação. Todos nós somos passageiros nessa terra. Todos nós temos responsabilidades. Todos nós temos o dever de lutar para aquilo que se faça de melhor para cada um de nós.

Indo para o encerramento, estarei hoje por volta das 16 horas lá na Paulista. Como chefe do executivo seria mais fácil ficar em casa. Mas como eu sempre disse, ao longo de toda a minha vida de político, sempre estarei onde o povo estiver. Vou a São Paulo e retorno. Amanhã estarei no Conselho da República, juntamente com os ministros, para nós, juntamente com os presidentes da câmara, do senado e do supremo tribunal federal, com essa fotografia de vocês, mostrar para onde nós devemos ir. Acredito no Brasil, acredito em vocês e todos nós acreditamos em Deus. Muito obrigado a todos vocês.

Brasil acima de tudo. Deus acima de todos”.

E você, o que achou deste 7 de setembro? Em que cidade você participou? Deixe seu comentário e até o próximo artigo.

Henrique Guilherme (Colunista) É escritor e apresenta o programa O Patriota: A Voz da Resistência. Ele é economista, mestre em Administração Pública e hipnoterapeuta. Também é pós-graduado em Administração de Empresas, Biotecnologia, Matemática e História Militar. Guilherme é geek, patriota, de direita e, principalmente, cristão. Ele dedica sua vida a derrotar as forças do mal e criou a série de livros Guia do Patriota para ajudar todos aqueles que buscam fazer o mesmo

Confira o vídeo

Henrique Guilherme
É escritor e apresenta o programa O Patriota: A Voz da Resistência. Ele é economista, mestre em Administração Pública e hipnoterapeuta. Também é pós-graduado em Administração de Empresas, Biotecnologia, Matemática e História Militar. Guilherme é geek, patriota, de direita e, principalmente, cristão. Ele dedica sua vida a derrotar as forças do mal e criou a série de livros Guia do Patriota para ajudar todos aqueles que buscam fazer o mesmo.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas notícias

Cansei! A juventude esquerdista tem que acabar

Sou jovem, mas tenho vergonha da juventude atual. Cansei de jovens cujos ídolos são ladrões, invasores de...

Bolsonaro lança programa habitacional para profissionais da segurança pública

Mais perto da casa própria. Profissionais da área de segurança pública passam a contar com programa que...

Reflexões sobre uma possível Intervenção Militar

Art. 142 da Constituição Federal:“As Forças Armadas, constituídas pela Marinha, pelo Exército e pela Aeronáutica, são instituições...

E se o PT voltasse ao poder?

Muitos têm se perguntado como seria um governo petista 2.0, numa eventual volta ao poder nas eleições...
- Advertisement -

Bolsonaro pede fim das prisões políticas e dá última oportunidade para Alexandre de Moraes se redimir

O discurso de Bolsonaro na Esplanada dos Ministérios (que você pode ler na íntegra aqui) já deu...

Em discurso histórico, Bolsonaro diz que o “momento chegou”

Eu sei que muitos estavam esperando por este dia. Desde o dia 1º de agosto, quando o...

Você deve ler isso...

Cansei! A juventude esquerdista tem que acabar

Sou jovem, mas tenho vergonha da juventude...

Bolsonaro lança programa habitacional para profissionais da segurança pública

Mais perto da casa própria. Profissionais da...
- Advertisement -

Você pode gostar tambémRELATED
Recomendado para você

WhatsApp No WhatsApp