Eleitores podem registrar digital pelo smartphone

TSE autorizou a validação via celular pelo aplicativo do e-Título

256
Reprodução/TSE

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou que cidadão validem suas digitais através do celular pelo aplicativo do e-Título. O app estará disponível a partir do ano que vem como parte do Programa de Identificação Biométrica da Justiça Eleitoral.

O processo tem a meta de coletar dados biométricos de 148 milhões de eleitores até o ano de 2022 para evitar fraude eleitoral e falsidade ideológica no voto.

A versão digital do título de eleitor, incorporada em um QR Code, inclui a verificação do local de votação, a emissão de certidões de quitação eleitoral e de “ficha limpa” em crimes eleitorais.

Com o Programa de Identificação Biométrica da Justiça Eleitoral, desde 2007 o TSE conseguiu registrar 70,9% do eleitorado nacional – cerca de 103 milhões de pessoas.

Entretanto, o juiz-auxiliar da presidência do TSE, Ricardo Fioreze, alertou que não existe a intenção de que o voto seja feito pelo aplicativo: “não se pode eliminar o procedimento atual, em que o cidadão comparece presencialmente. Os mesários asseguram que ninguém está exercendo nenhum tipo de pressão sobre o eleitor”, disse em entrevista para o Mobile Time.

com informações TSE*