Início Política Dória recua e mantém referência histórico-cristã em livros escolares

Dória recua e mantém referência histórico-cristã em livros escolares

Os termos “Antes de Cristo” e “Depois de Cristo” seriam substituídos por “Antes da Era Comum” e “Era Comum” no material da rede estadual de ensino de São Paulo

-

O governo de João Dória desistiu de remover as referências histórico-cristãs dos livros da rede estadual de ensino de São Paulo. Os termos a.C/d.C (“Antes de Cristo” e “Depois de Cristo”) seriam substituídos por “Antes da Era Comum” e “Era Comum” no material didático a fim de descaracterizar a importância dos valores cristãos.

A ex-assessora do deputado federal Eduardo Bolsonaro, Sonaira Fernandes, esteve a frente da luta para defender os valores históricos e cristãos no ambiente educacional. Em vídeo, ela agradece o apoio da população e pedem que todos permaneçam vigilantes às medidas propostas pelo governo de São Paulo.

“A agenda de reescrever nossa História e refazer nossa identidade, ignorando as raízes cristãs, continua com força total. Não começou com Doria e não vai acabar tão cedo. Precisamos continuar vigilantes!”, escreveu Sonaira.

Doria esclareceu pelo Twitter que não houve mudança no padrão adotado pela Secretaria da Educação. “Esclareço que não há mudança no padrão adotado pela Secretaria da Educação do Estado de SP quanto ao uso das siglas a.C. (antes de Cristo) e d.C (depois de Cristo). Qualquer fala ou texto que altere esse conceito não representa nosso posicionamento oficial”, escreveu.

Antecedentes

Desde pelo menos 2011, instituições vem tentando reprimir uma referência histórica notadamente relevante, independente de crenças. A justificativa repetida é a de “não ofender aos não-crentes”. A empresa de comunicação BBC britânica, foi criticada pelo Vaticano ao tentar instituir a substituição dos termos cronológicos. O jornal vaticano L’Osservatore Romano (LOR) qualificou a medida como “uma hipocrisia historicamente insensata”.

“É bem claro que o respeito pelas outras religiões é apenas um pretexto, porque quem quer cancelar qualquer rastro de cristianismo da cultura ocidental são apenas alguns laicistas ocidentais”, disse a jornalista Luceta Scaraffia à época.

Confira o vídeo compartilhado pelo deputado:

DÓRIA RECUA E CITAÇÕES A CRISTO RETORNAM EM ESCOLAS DE SPEsta é Sonaira Fernandes. Ela foi minha assessora e posso falar que além de competente é atenta às questões da cultura judaico-cristã. Olhe esse vídeo👏・・・Repost instagram @sonaira_sp :João Doria recuou a tentativa de retirar Cristo do material de estudos dos alunos da rede estadual de ensino de SP. Mas agenda de reescrever nossa História e refazer nossa identidade, ignorando as raízes cristãs, continua com força total.Não começou com Doria e não vai acabar tão cedo. Precisamos continuar vigilantes!

Posted by Eduardo Bolsonaro on Thursday, September 10, 2020
WhatsApp Receba as notícias do Relevante