quinta-feira, janeiro 21, 2021
Início Política Constantino critica campanha “amarelo pela democracia” da Folha

Constantino critica campanha “amarelo pela democracia” da Folha

Peça associa movimento ‘Diretas Já’ a atual gestão Bolsonaro. “Como se estivessemos em pleno regime militar”, destaca o colunista

-

- Advertisement -

A nova campanha da Folha de S. Paulo ‘Use Amarelo pela Democracia’ recebeu muitas críticas dos internautas. O vídeo busca incentivar as pessoas a adotarem a cor amarela como representação da luta a favor da democracia e faz referência ao movimento ‘Diretas Já’ do período ditatorial em associação a atual gestão de Jair Bolsonaro.

O colunista Rodrigo Constantino, do jornal Gazeta do Povo, desaprovou a referência: “Como se estivessemos em pleno regime militar!”, ironizou.

“Que ditador é esse que articula com o Congresso? Que tirano é esse que cede nacos do governo aos caciques partidários e que ataca todas as decisões da Justiça, mesmo quando temos um Supremo que abusa do seu próprio poder e, em vez de preservar a Constituição da qual é o guardião em teoria, acaba sendo o primeiro a rasgá-la?”, questiona Constantino.

O colunista da Folha de S.Paulo, Luiz Felipe Pondé, aparentemente favorável ao governo também foi reprovado por sua postura controversa conforme aponta Constantino. Ele ficou entre os trend topics do Twitter após apoiadores de Bolsonaro avaliarem negativamente sua aparição na campanha.

Sem escândalos reais para evidenciar na peça, o vídeo opta por relacionar a queda brusca de rejeição do presidente Jair Bolsonaro exclusivamente ao pagamento do auxílio emergencial.

“Essa é a triste constatação de quem está inconsolável dentro da bolha e não percebe que lá fora já manjaram a hipocrisia e o oportunismo da patota do selo azul. Os jornalistas preferem ofender o povo do que reconhecer que erraram feio em suas previsões”, avalia.

WhatsApp Receba as notícias do Relevante