Início Política Após denúncias, Planalto faz limpa na Secretaria da Cultura e demite Alessandro...

Após denúncias, Planalto faz limpa na Secretaria da Cultura e demite Alessandro Loiola

Chefe de gabinete e Secretário interino da pasta também deixarão o exercício dos cargos na secretaria

-

Alessandro Loiola, assessor e braço direito do ex-secretário especial da Cultura, Roberto Alvim, foi exonerado após denúncia do jornalista Oswaldo Eustáquio, do Agora Paraná. O Planalto decidiu fazer uma limpeza na pasta e exonerou ainda o chefe de gabinete e o secretário interino da pasta.

Loiola chamou atenção devido seu livro publicado, no qual dedica um capítulo inteiro à narrativa nazista. Com os últimos acontecimentos e revelações o gabinete chegou a ser caracterizado como ‘gabinete do ódio’ pela mídia.

José Paulo Soares Martins, secretário interino da pasta desde 2016 nos governos Dilma e Temer, foi resistente ao afastamento de Loiola e acabou sendo exonerado ontem (22), juntamente aos advogados Alexandre Leuzinger e Denia Magalhães. A chefe de gabinete de Roberto Alvim também deixará a secretaria.

Segundo o reportagem do Agora Paraná, grupos de servidores de carreira do Ministério da Cidadania, já atuantes em outras gestões e que estariam articulando cargos de direção e secretaria, tem trabalhado a desfavor do governo ao blindar autoridades, como Alvim, e induzi-los ao erro.

WhatsApp Receba as notícias do Relevante