Alexandre Garcia é cotado para assumir Secretaria de Comunicação da Presidência

O atual chefe, Fábio Wajngarten, é alvo de investigação da Polícia Federal

565
Reprodução/TV Globo

O jornalista Alexandre Garcia pode ser um dos nomes cotados para assumir a Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República (Secom). Essa possibilidade é cogitada porque o atual chefe, Fábio Wajngarten, é alvo de investigação da Polícia Federal. No entanto, uma possível substituição ainda não foi confirmada.

Segundo noticiou a Folha de S.Paulo*, “Wajngarten estaria recebendo, por meio de FW Comunicação, empresa da qual é sócio, dinheiro de emissoras de TV e de agências de publicidade contratadas pela Secom, ministérios e estatais do governo.”

Nesta semana, em entrevista ao Poder em Foco, Wajngarten falou sobre o assunto e disse “ser vítima de perseguição política”.

“Não há nenhuma sinergia entre dados de investimento publicitário, dados de inserções publicitárias, dados de veiculações publicitárias com distribuição de verbas da Secom. Partir da premissa que todo mundo que vem do mercado é criminoso ou que todo mundo que está num cargo público vira criminoso é uma aberração, é uma perseguição política”, afirmou.