Sociedade Nota de retratação

Nota de retratação

Retratação referente ao processo nº 0741907-93.2020.9.7.0016, refente a artigo que comenta o caso do “menino Mário”

-

- Advertisment -

Por força de decisão judicial resultante do processo nº 0741907-93.2020.9.7.0016, referente ao artigo sobre o caso do “menino Mário”, ocorrido em Catalão/GO, no qual comento o Termo de Ajuste de Conduta aplicado pelo promotor público do trabalho Leomar Daroncho ao senhor Paulo Cesar da Silva, relojoeiro que praticou boa ação ao orar e entregar sem pagamento o presente que o menino tentou comprar para seu pai na ocasião do Dia dos Pais de 2020, publicado em 9 de setembro daquele ano e intitulado “Existe um lugar especial no inferno para esse tipo de gente”, eu, Henrique Guilherme do Amaral Santos, faço a retratação pública e adequada quanto às palavras consideradas ofensivas pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal, esclarecendo que o artigo foi retirado do ar ainda em 2020, tão logo tomamos conhecimento do processo.

Henrique Guilherme (Colunista) É escritor e apresenta o programa O Patriota: A Voz da Resistência. Ele é economista, mestre em Administração Pública e hipnoterapeuta. Também é pós-graduado em Administração de Empresas, Biotecnologia, Matemática e História Militar. Guilherme é geek, patriota, de direita e, principalmente, cristão. Ele dedica sua vida a derrotar as forças do mal e criou a série de livros Guia do Patriota para ajudar todos aqueles que buscam fazer o mesmo.

Henrique Guilherme
É escritor e apresenta o programa O Patriota: A Voz da Resistência. Ele é economista, mestre em Administração Pública e hipnoterapeuta. Também é pós-graduado em Administração de Empresas, Biotecnologia, Matemática e História Militar. Guilherme é geek, patriota, de direita e, principalmente, cristão. Ele dedica sua vida a derrotar as forças do mal e criou a série de livros Guia do Patriota para ajudar todos aqueles que buscam fazer o mesmo.

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas notícias

Os responsáveis pelo colapso são os que se proclamam defensores da democracia

Milhões de pessoas de um lado contra uma meia dúzia do outro. Essa meia dúzia precisa se lembrar que não cabe a eles determinar o que o povo pode ou não pedir. Se o povo é soberano e o verdadeiro PATRÃO de todo funcionário público, ele pode pedir O QUE QUISER.

“Nunca interrompa o seu inimigo quando ele estiver cometendo um erro”

"O criminoso SABE que não tem saída e que, diante disso, restam duas alternativas: entregar-se para a prisão ou tentar a sorte, sair atirando e - quem sabe? - por um milagre conseguir escapar", destaca Pedro Delfino

Estado Autocrático do Xandaquistão

Você duvida do processo eleitoral?“-Fique quieto!”Você acha que deveria ser possível auditar a eleição?“-Não fale isso!!”São descobertas...

Fome de Poder Global

Esse artigo não tem o intuito de falar em teorias de Marx, Engels, Lênin, Trótski, Stalin ou...
- Advertisement -

Moraes manda bloquear contas de pessoas e empresas ligadas as manifestações

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou o bloqueio de contas bancárias de 43 pessoas físicas e jurídicas suspeitas de financiar "atos antidemocráticos" e que não aceitam o resultado da eleição presidencial de outubro.

Onde o povo Brasileiro Entra Nessa Democracia?

A verdade é que o Brasil não é uma democracia pelo simples fato de que o povo não participa de nada em relação ao Estado e muito menos em relação aos governos.

Você deve ler isso...

Os responsáveis pelo colapso são os que se proclamam defensores da democracia

Milhões de pessoas de um lado contra uma meia dúzia do outro. Essa meia dúzia precisa se lembrar que não cabe a eles determinar o que o povo pode ou não pedir. Se o povo é soberano e o verdadeiro PATRÃO de todo funcionário público, ele pode pedir O QUE QUISER.

“Nunca interrompa o seu inimigo quando ele estiver cometendo um erro”

"O criminoso SABE que não tem saída e que, diante disso, restam duas alternativas: entregar-se para a prisão ou tentar a sorte, sair atirando e - quem sabe? - por um milagre conseguir escapar", destaca Pedro Delfino
- Advertisement -

Você pode gostar tambémRELATED
Recomendado para você

WhatsApp Receba o nosso CONTEÚDO no WhatsApp