quarta-feira, janeiro 27, 2021
Início Internacional O que você não ficará sabendo sobre Joe Biden se continuar assistindo...

O que você não ficará sabendo sobre Joe Biden se continuar assistindo TV

"Se a mídia não mostra, nós mostramos!", revela Pedro Delfino em novo artigo

-

- Advertisement -

1) Laços ucranianos

Os e-mails encontrados pelo FBI no laptop de seu filho, Hunter, revelam que Joe Biden, enquanto era vice-presidente dos EUA no governo Obama, usava o seu cargo de forma a favorecer companhias a estrangeiras. As mensagens não deixam margem para dúvida: Hunter foi contratado pela empresa ucraniana de gás e energia, chamada Burisma, para compor o quadro de diretores, mesmo sem possuir experiência alguma na área, ganhando um salário de US$ 50 milhões por mês. Os e-mails explicam a contradição, como um de maio de 2014, onde o CEO pede a Hunter que “use sua influência a favor da empresa“, para que eles pudessem se livrar de processos ambientais no país. Mais tarde, Joe Biden (sem revelar o motivo pelo qual fez isso) admitiu no Fórum de Relações Internacionais que interveio na política ucraniana ameaçando o país de não “liberar o dinheiro” (referindo-se a um empréstimo de US $ 1 bilhão que o governo americano concedeu ao país) caso eles não demitissem o promotor que estava processando uma empresa Burisma.

2) Dinheiro chinês

O caso da Ucrânia não é um caso isolado. Parece que Hunter Biden atuava como o “testa-de-ferro” para os negócios que seu pai não podia fazer pessoalmente, para não chamar atenção. Outra prova disso é que os chineses também se aproveitaram do filho para chegar ao pai: segundo os e-mails descobertos, Hunter recebia uma quantia anual de US$ 10 milhões de um empresário chinês, que disse nas mensagens que esse valor era para “as introduções apenas” (ou seja, imagine o quanto não ganharam pelos trabalhos principais). O empresário também determina que uma parcela de 10% fique para o “big guy” (o “grande cara”), que, segundo expôs o ex-sócio de Hunter, Tony Bobulinski, era Joe Biden. Esse empresario chinês é Ye Jianming, neto de um membro do alto-escalão do Partido Comunista Chinês e fundador da empresa CEFC China Energy, uma das empresas que, à epóca, eram listadas como as “campeãs nacionais” da China: aquelas empresas “privadas” que o governo chinês subsidiava para atuar internacionalmente em favor dos objetivos do Partido. Ou seja, muito pior do que receber propina de uma empresa chinesa, a ligação de Joe Biden era com o próprio Partido Comunista, que, como todo mundo sabe, usa essas empresas de fachada para expandir o poder do governo chinês nos mercados adversários.

3) Assédio Sexual

Aqui vão alguns casos que constam no currículo de Joe Biden (percebam que todos eles envolvem denúncias oriundas da própria esquerda):

• Tara Reade – secretária do gabinete no Senado (1993);
• Ally Coll – equipe de STAFF do Partido Democrata (2008);
• Amy Stokes – ativista do Partido Democrata (2008);
• DJ Hill – escritora progressista (2012);
• Vail Kohnert-Yount – funcionária da Casa Branca (2013);
• Sofie Karasek – ativista progressista (2016);
• Caitlyn Caruso – ativista progressista (2016);
• Lucy Flores – política do Partido Democrata no estado de Nevada (2019)

4) Aborto

O plano de governo de Joe Biden diz com todas as letras: “Como presidente, Biden trabalhará para codificar Roe vs. Wade [processo que abriu as portas para o aborto nos EUA], e seu Departamento de Justiça fará tudo ao seu alcance para impedir a onda de leis estaduais que violam de forma tão flagrante o direito constitucional ao aborto”.

Além disso, o plano de Biden para a saúde contempla usar dinheiro público para financiar a Planned Parenthood, a maior organização abortista do país, responsável por metade de todos os abortos realizados. Por isso, o presidente da ONG declarou: “Joe Biden é o único candidato nesta corrida que defenderá nossa saúde e nossos direitos”.

5) “Católico”

Lembram da Manuela d’Ávila e Fernando Haddad aparecendo na Missa e tentando se passar de cristãos, nas vésperas da eleição de 2018? Biden é outro caso de político que quer ganhar a simpatia do povo religioso, enquanto trabalha nos bastidores para avançar todas as pautas anticristãs possíveis. É por isso que, não faz muito tempo, o padre Robert Morey negou a eucaristia ao candidato democrata quando este apareceu na sua igreja, na Carolina do Norte. O padre alegou que a comunhão significa ser um só com Cristo e, portanto, quem trabalha para implementar o aborto precisa se converter verdadeiramente antes de cogitar a possibilidade de receber a comunhão. Para o padre, as posições anticristãs de Biden são evidentes; mesmo assim, ainda existem os cristãos que se deixam enganar facilmente.

6) Radicalismo

Além disso, sua Vice, Kamala Harris, celebrada pela mídia como a nova queridinha da América, está entre os membros mais radicais da esquerda americana no Congresso, ao lado do comunista Bernie Sanders e da criadora do Green New Deal, a lunática Alexandria Ocasio-Cortez.

Bem ao contrário da imagem “moderada”, da qual a mídia tenta nos convencer, a chapa Biden-Harris é, na verdade, a mais radical da história política americana e, se alguém ainda tiver alguma dúvida quanto a isso, basta colocar no Google: antifa.com. Sim, a página do ANTIFA, o grupo de vândalos e terroristas de esquerda, te redireciona diretamente para o site da campanha de Joe Biden!

Se a mídia não mostra, nós mostramos!

Fontes

1) https://nypost.com/2020/10/14/email-reveals-how-hunter-biden-introduced-ukrainian-biz-man-to-dad/
2) https://m.washingtontimes.com/news/2020/oct/15/hunter-biden-demanded-chinese-billionaire-pay-10-m/
https://www.washingtontimes.com/news/2020/oct/22/hunter-bidens-ex-biz-partner-links-joe-biden-china/
3) https://www.businessinsider.com/joe-biden-allegations-women-2020-campaign-2019-6
4) https://www.harpersbazaar.com/culture/politics/a34205908/joe-biden-stance-on-abortion/
5) https://www.estudosnacionais.com/18737/padre-nega-comunhao-a-joe-biden-ex-vice-de-obama-e-atual-candidato-a-presidencia-americana/

Pedro Delfino é especialista em História da Civilização Ocidental e História da Igreja Católica; autor do livro Mentalidade Atrasada, Nação Fracassada (que aborda temas como História, Filosofia e Política); do Curso de História Geral da Civilização Ocidental, do Curso de Excelência Catholica, do livro Via Sancta e é co-Fundador do Movimento Brasil Conservador.
contato
Instagram @phdelfino
E-mail: contato@phdelfino.com

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

WhatsApp Receba as notícias do Relevante