Nova Zelândia propõe semana com 4 dias de trabalho para promover turismo local

Primeira-ministra Jacinda Ardern acredita que rotina mais flexível pode ajudar no bem-estar dos funcionários e na retomada da economia em meio à pandemia

264
Reprodução/Getty Images

As medidas adotadas na Nova Zelândia no combate ao coronavírus são referências para muitos países. Recentemente, a primeira-ministra Jacinda Ardern sugeriu que a semana de trabalho seja de quatro dias. Segundo a proposta de Ardern, essa flexibilização tem como objetivo promover o bem-estar dos funcionários e impulsionar o turismo local.

A primeira-ministra disse que a ideia veio após uma conversa com empresários de diversos setores. “[…] Aprendemos muitas coisas com a Covid-19 e que podemos ter produtividade com a flexibilidade do trabalho de casa”, disse ela.”

“Eu realmente incentivaria as pessoas a pensarem nisso. Se você é um empregador e está em posição de fazê-lo, pense se isso é algo que funcionaria no seu local de trabalho, pois certamente ajudaria o turismo em todo o país.”

Desde o último mês, o país não registra novos casos de coronavírus. A resposta rápida, a adoção de medidas de proteção e o apoio por parte da população ajudaram a evitar a proliferação da doença.

Ao apresentar a sugestão em sua rede social, Jacinda ainda pediu que os moradores continuem seguindo as recomendações das autoridades de saúde.

“Sabemos que um único caso de Covid-19 se pode transformar em 90 depois de uma saída à noite ou de um simples evento.”- como noticiou a Veja.