Nova York: 84% dos pacientes hospitalizados por coronavírus estavam em casa

O governador do estado, Andrew Cuomo, se diz "chocado" pois isso significa que a disseminação se resume ao que o indivíduo faz para se proteger

25438
Reprodução/CNBC

O governador de Nova York, Andrew Cuomo, disse ontem (6), que os registros hospitalares revelam que dois terços dos novos pacientes hospitalizados por coronavírus estavam seguindo a orientação para ficarem em casa.

Com o estado em isolamento social, foi solicitado a aproximadamente 100 hospitais do estado que documentassem onde seus pacientes do COVID-19 mais recentes estavam hospedados antes de serem internados. Cerca de 1.000 pacientes participaram da pesquisa.

“Isso é uma surpresa: esmagadoramente, as pessoas estavam em casa. Achamos que talvez eles estivessem usando transporte e tomamos precauções especiais no transporte público, mas, na verdade, não. “, disse Cuomo.

E acrescentou: “Se você notar, 18% das pessoas vieram de lares de idosos, menos de 1% veio da prisão ou prisão, 2% vieram da população de rua, 2% de outras instalações congregadas, mas 66% das pessoas estavam em casa, o que é chocante para nós ”, explicou. No total documentado desde o início da pandemia, 84% das pessoas estavam em casa.

O governo também informou que, entre esses pacientes, apenas 17% estão empregados atualmente, enquanto 37% são aposentados e 46% estão desempregados. E no geral, 73% das admissões foram de pessoas acima de 51 anos.

Autoridades estaduais de saúde previam uma alta porcentagem de hospitalização de funcionários que trabalham em serviços essenciais, como profissionais de saúde e outros que permanecem saindo trabalhar. Mas o governador justifica:

“Muito disso se resume ao que você faz para se proteger. Tudo está fechado, o governo fez tudo o que pôde, a sociedade fez tudo o que pôde. Agora depende de você. Você está usando a máscara? Você está usando o desinfetante para as mãos … Você está longe das pessoas mais velhas?”, disse Cuomo.

Cuomo disse que a taxa de hospitalização do estado continua a diminuir, mesmo que lentamente. Até esta manhã, o estado de Nova York registra mais de 333 mil casos confirmados de infecção e 25,956 óbitos.