Morre o filósofo conservador britânico Roger Scruton

Scruton lutava contra um câncer há seis meses

59
Reprodução/AFP

Neste domingo (12), morreu o filósofo conservador britânico Roger Scruton. Autor de 50 livros sobre temas como política, reflexões sobre estética e moral, Scruton tinha 75 anos e estava enfrentando o câncer há seis meses.

Em comunicado a família ressaltou com carinho o trabalho de Scruton, que “se tornou um dos cânones do pensamento conservador em todo mundo.”

“Ele nasceu em 27 de fevereiro de 1944 e lutou contra um câncer pelos últimos seis meses. Sua família é extremamente orgulhosa dele e de todas suas conquistas”, diz o comunicado.

Em agosto do ano passado, ele veio ao Brasil para promover o lançamento de sua obra mais recente, ‘Conservadorismo: um convite à grande tradição’ (Ed. Record, 2019)- como apontou, ainda, o G1.

Obras

Scruton é autor de obras como ‘O que é conservadorismo’, ‘Como ser um conservador’, “A alma do mundo’ e ‘Uma breve história da filosofia moderna’.

Em uma declaração recente, o filósofo elogiou a política econômica brasileira.