França amplia uso da hidroxicloroquina no tratamento do coronavírus

Em decreto, governo estabelece que pacientes ambulatoriais também podem receber o medicamento

2019
Reprodução/Agência Brasil

Na França, o governo local decidiu ampliar o uso da hidroxicloroquina no tratamento de pessoas com o novo coronavírus. A determinação, que permite o uso do medicamento também em pacientes ambulatoriais, foi publicada esta semana em decreto.

Segundo a normativa, os pacientes poderão ser tratados com a combinação da hidroxicloroquina e outros remédios. Em alguns países, só é permitido o uso do medicamento em pessoas que estão em estado grave.

“A hidroxicloroquina e a combinação lopinavir / ritonavir podem ser prescritas, dispensadas e administradas sob a responsabilidade de um médico para pacientes afetados pela covid-19, nos estabelecimentos de saúde que se encarregam deles, bem como para a continuação do tratamento se a sua condição permitir e com a autorização do prescritor inicial, em casa.”

Pelo decreto, a prescrição do medicamento só pode ser realizada por especialistas de determinadas áreas da medicina.

Além do uso da hidroxicloroquina, o documento também estabelece outras medidas para o enfrentamento da doença, como distanciamento social, regras para o transporte e para a retomada de algumas atividades.