Brasil e EUA podem fechar acordo militar inédito

O novo acordo tem como um de seus pilares a adoção do padrão Otan para todos os produtos que forem produzidos

15477
Reprodução/Exército Brasileiro

Brasil e Estados Unidos estão perto de fechar um acordo militar inédito, conhecido pela sigla RDT&E. Entre os termos está a adoção do padrão Otan para todos os produtos que forem produzidos.

Essa negociação pode abrir o maior mercado de defesa do mundo à indústria brasileira e será firmado na semana que vem, quando o presidente da República, Jair Bolsonaro, chegar a Miami.

Desde 2017, no governo de Michel Temer (MDB), este acordo vem sendo discutido, mas as estreitas relações entre o presidente Bolsonaro e o presidente Donald Trump deram mais celeridade ao processo que precisa da ratificação dos Congressos dos dois países.

A ampliação da atuação brasileira no mercado de defesa dos Estados Unidos pode fazer com que empresas brasileiras tenham maior facilidade de acesso às cadeias de produção global impulsionadas pelos norte-americanos, conforme aponta o jornal Folha de S.Paulo.