Marcas transformam canções em receitas culinárias

O projeto da Tramontina em parceria com o Spotify vem para misturar sensações

Reprodução/Unsplash

A união da fabricante Tramontina com serviço de streaming Spotify e a agência de publicidade J. Walter Thompson Brasil tem dado o que falar com sua deliciosa invenção. As marcas desenvolveram um algoritmo sinestésico que transforma cada música da plataforma em uma receita diferente.

Esse é o ‘Sabor das Músicas’, o projeto que deu origem a uma inteligência artificial capaz de transformar os hits em combinações gastronômicas. Graças ao empenho de um neurocientista, um maestro e um chef de cozinha, 44 milhões de combinações foram criadas.

Cinco parâmetros de classificação de músicas do Spotify foram as bases para a premissa da sinestesia, o que significa o cruzamento de sensações. Sendo assim, um sentido involuntariamente influencia o outro, nesse caso o som identifica o sabor.

Então, por exemplo, o tempo de duração da música representa a seleção de ingredientes. A categoria “dançante” diz respeito a temperatura do alimento e a nota musical cria a harmonização do prato. “Se uma música não é positiva, o sabor dela será amargo”, explica o chef Renato Carion, em entrevista ao UOL.

Confira o site.

com informações UOL*

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here