Empresa britânica desenvolverá superavião que pode atingir velocidade de um foguete

A expectativa é de que até 2030 seja possível realizar viagens com aviões de sistema de propulsão hipersônica

Reprodução/Reaction Engines

Viagens de avião com velocidade de um foguete e com economia de combustível podem ser possíveis daqui uma década. A empresa britânica Reaction Engines está desenvolvendo um superavião com tecnologia de propulsão para que o tempo de algumas viagens sejam reduzidos.

Como é o caso de viagens entre Austrália e o Reino Unido, que passariam de 16 a 30 horas para apenas 4 horas. A empresa pretende criar o sistema a jato, o SABRE (Synergetic Air-Breathing Rocket Engine).

A Reaction tem pela frente o desafio de garantir altas velocidades sem que haja o superaquecimento dos motores. Na criação do projeto, a Esa, agência espacial europeia, e a agência especial do Reino Unido também trabalham em parceria.

com informações R7*