Guerra Cultural República Impopular do Brasil

República Impopular do Brasil

“A imposição de regras aplicadas ao bel-prazer por canalhas do STF, em que eles acreditam ter o poder de decidir sobre tudo e todos, mesmo quando esta escrito ipsis litteris em nossa Constituição o que deve ou não ser proferido, nos faz viver sob uma Critarquia em que estes “governantes” são cada vez menos levados a sério por seu povo. Vivem com regalias de chefes de estado, mas não podem ver seu povo de perto sem o medo da reprovação e até possíveis agressões. Diferente de seu “opositor”, que passeia pelas ruas, entra na casa de desconhecidos e toma café com qualquer um por todos os estados do país.”

-

- Advertisment -

O que falta para você acreditar que já vive o socialismo?

A imagem de governadores e prefeitos levando cestas básicas para quem não consegue comprar alimento devido aos próprios os proibirem de trabalhar não basta?

Pessoas sendo proibidas de atuar nas suas formações profissionais, mas sendo obrigadas a trabalhar com o que o Estado autoriza, como entregadores ou alguma outra área que seu prefeito ou governador permita?

Você indo ao mercado e alguém definindo pra você o que pode ou não ser consumido?

Fiscalizações para onde você vai ou de onde esta vindo?

Se nada disso te fez abrir os olhos, talvez você não entenda o perigo de uma das mais recentes decisões dos trastes de toga. A proibição aos cultos religiosos.

Sob um pano de fundo da narrativa de local de contágio (claro, porque o transporte público lotado não é, mas onde você exerce sua fé, sua crença, sim), eles rasgam mais uma vez a constituição e atentam contra mais um direito individual.

CAPÍTULO I
DOS DIREITOS E DEVERES INDIVIDUAIS E COLETIVOS


VI – É INVIOLÁVEL A LIBERDADE DE CONSCIÊNCIA E DE CRENÇA, SENDO ASSEGURADO O LIVRE EXERCÍCIO DOS CULTOS RELIGIOSOS E GARANTIDA, NA FORMA DA LEI, A PROTEÇÃO AOS LOCAIS DE CULTO E A SUAS LITURGIAS;

O problema é que muitos caem no conto de que “O estado é laico, então a religião não deve interferir”… essa é a famosa mentira contada mil vezes, e que muitos acreditam que, de tanto que foi dita, virou verdade…E não é!

O Estado é laico exatamente PARA NÃO INTERFERIR NAS RELIGIÕES, ou seja, o oposto.

E por que isso é tão ruim? Por que esta interferência é tão perigosa mesmo para quem se diz ateu e acha que isso não lhe diz respeito?

Até o momento eles já proibiram você de sair e de trabalhar; na questão de fé, inicia-se um processo do que você pode ou não pensar…Aliás, só o fato de esta questão ter chegado ao Supremo Tribunal Federal é um absurdo, pois quer dizer que eles estão definindo a legalidade de você expressar sua crença; e mesmo que eles definam que sim, que você pode continuar indo a sua igreja, templo, centro ou casa, é sinal que está com eles a decisão de que em algum momento você também não poderá.

Percebe o erro? Quando você espera alguém definir se você tem ou não o direito a exercer sua liberdade, você já não o tem.

Atrelado a isso, temos uma rede de verdadeiros canalhas que utilizam do poder da comunicação para atingir quem não tem a certeza do que está acontecendo, e pior, fazer acreditar em mentiras.

Ao invés de informar o povo, omitem o que interessa e tentam dominar pelo medo.

É um conjunto de fatores que atrelados, foi entrando na sua casa sem pedir licença, veio tomando conta há pelo menos duas ou três décadas de seu lar sem você perceber…

Quando programas infantis começaram a imbecilizar as crianças? Quando que a traição entre casais, a promiscuidade, a utilização de drogas entrou na sua casa através de novelas para que hoje você ache isso normal?

A grande mídia participa ativamente na formação deste país absurdo que nos encontramos, em que basta um posicionamento de um músico, por exemplo, contra esta agenda imposta por eles, para ser banido de seus programas televisivos e rádios.

Conseguiram com muitos o objetivo de eliminar o livre pensar, e com isso, vomitam notícias e propaganda de que isto ou aquilo não pode, que fere a “identidade” ou a “história” de alguém.
E o pior é que uma boa parte aceita sem nem perceber o domínio feito sobre si.

Chegamos ao ponto de recentemente, uma grande rede bancária fazer uma propaganda para dizer que você tem que moderar sua forma de falar com uma inteligência artificial, ou seja, a grosso modo, respeite os sentimentos de um robô!

É insano saber que tem pessoas que aceitaram essa propaganda, ligando a ela, os abusos dirigidos às mulheres!
Lembre-se que estamos falando de uma máquina, não de seres humanos! Se você concorda que deve ter bons modos – ou melhor, qualquer modo – ao falar com aplicativos, procure um médico.

Vamos revisar?

Então vivemos num país em que você não pode definir com o que quer trabalhar, mas escolher dentre as opções que o estado permita ser exercida dentro de um grupo tido como essencial; é um país que te proíbe de conseguir gerar renda para conseguir alimento, mas te dá uma cesta básica e quer os parabéns por estar te alimentando; um país que diz que você é livre, mas se você for visitar seus pais em outra cidade, pode ser parado, pois esta saindo de seus redutos; é um país em que você tem o direito inviolável de exercer sua fé EM SEUS LOCAIS DE CULTO, mas apenas após a confirmação de 11 seres que se julgam acima de tudo e de todos decidirem isso.

Um país em que a verdade não é dita na maioria de seus telejornais, em que aquela máxima se aplica: “se você não acompanha as notícias você não se informa, mas se você acompanha, você fica mal informado”.

Um país em que o ódio aparentemente é uma via de mão única, e definida já na hora que você nasceu; porém, que você pode perder o “benefício “ de atacar o próximo sem ser incriminado assim que você abre os olhos e decida ir contra os ideais enraizados da esquerda.
Vide os exemplos de Sérgio Camargo, presidente da fundação Cultural Palmares, ou de Hélio Fernandes Barbosa Lopes, o Hélio Negão, deputado federal mais votado pelo Rio de Janeiro.

Podemos ir além, citando grupos que “ganharam” esse direito e indivíduos que os perderam, como por exemplo, homossexuais que, por se declararem de direita, deixaram de fazer parte da “isenção de críticas pré garantida a eles”, como Agustín Fernandez, ou feministas como Sara Winter, que após expor as atrocidades que ocorrem no meio deste movimento, viu o apoio da mídia e das mulheres do movimento ir a zero quando ela mais precisou, em sua prisão inconstitucional.

Em se tratando de prisão, onde estavam os jornalistas e o sindicato desta classe na barbárie do caso Oswaldo Eustáquio, que sofreu uma grave fratura muito suspeita em sua prisão também nada constitucional?
Você que talvez esteja buscando informações pela primeira vez por outras mídias independentes como esta, por exemplo – por sinal, obrigado pelo prestígio – talvez nem tenha tomado conhecimento deste caso, mas pode se inteirar aqui e aqui também.

O oposto também acontece, quando alguém que vem de uma classe chamada pela esquerda de elite se manifesta emocionalmente em prol de uma minoria criada por eles, estes ganham o aval de pertencerem a tal classe, a mesma que até então o criticava. Muitos desses são encontrados no meio artístico, não generalizando, óbvio.

Isso ocorre porque enquanto de um lado o que se vê são pequenos grupos exigindo tratamentos especiais, no outro, enxergamos todos como seres humanos. Simples assim.

Este é o país que querem impor a nós, um país que os supostos juízes-governantes são cada vez mais ridicularizados pelo povo – e aqui fica um ponto, com razão, claro – e os direitos de seus habitantes não são ditados por sua constituição, mas por seus achismos individuais.

Em breve isto vai passar.
Se Deus quiser. E sim, Ele quer!

Henrique Gustavo (Colunista) É administrador de empresas e trabalha no setor farmacêutico. Também é hipnoterapeuta e pensador. Nas horas vagas, estuda o setor financeiro, ajuda pessoas com problemas e passa tempo com a família.

Henrique Gustavo
É administrador de empresas e trabalha no setor farmacêutico. Também é hipnoterapeuta e pensador. Nas horas vagas, estuda o setor financeiro, ajuda pessoas com problemas e passa tempo com a família.

1 COMMENT

  1. É um absurdo!
    Temos autoridades brasileiras capazes de dar um basta nesta aberração, onde esses ministros nunca leram a Constituição Federal. Serve apenas como enfeite em suas mesas de trabalho. A China está ditando normas no Brasil e todos estamos vivendo essa Ditadura Judicial.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas notícias

A mente e seus senhores

“O livre pensamento é apenas umJogo de marketing.Todos estamos na batalha pela mente.” Jonas Madureira

Redes sociais e sites de notícias são atingidos por interrupções

Interrupções múltiplas na internet atingiram redes sociais e sites de notícias em todo o mundo nesta terça-feira (8), com...

A CPI (Cúpula dos Pilantras Investigadores)

Quando foi noticiada a possibilidade de uma CPI do Covid a grande maioria dos brasileiros teve um...

EUA pedem que OMS conduza 2ª fase de estudo sobre origem de vírus

Os Estados Unidos (EUA) pediram nessa quinta-feira (27) que a Organização Mundial da Saúde (OM) conduza uma...
- Advertisement -

AGU recorre ao STF para derrubar medidas restritivas de três estados

A Advocacia-Geral da União (AGU) entrou hoje (27) com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para...

“É preciso restabelecer a verdade do que foi e está sendo feito na prática”, diz Bolsonaro

O presidente da república Jair Bolsonaro, publicou em suas redes sociais um texto com explicações sobre a...

Você deve ler isso...

A mente e seus senhores

“O livre pensamento é apenas umJogo de...

Redes sociais e sites de notícias são atingidos por interrupções

Interrupções múltiplas na internet atingiram redes sociais...
- Advertisement -

Você pode gostar tambémRELATED
Recomendado para você

WhatsApp No WhatsApp