Guerra Cultural Pedro Delfino expõe as 7 táticas da mídia para...

Pedro Delfino expõe as 7 táticas da mídia para distorcer a realidade

Entre elas estão a imposição de narrativa, imagens condicionantes, omissão de dados e exposição seletiva

-

- Advertisment -

Em uma publicação nas redes sociais, o escritor Pedro Delfino explica como os grandes meios de comunicação trabalham para defender suas preferências partidárias, ideológicas e, principalmente, seus interesses financeiros.

A mídia, através de seu “modus operandi” pode filtrar e manipular conteúdos. As 25 empresas consideradas como os maiores veículos de comunicação do país são controlados por apenas 5 famílias. Delfino apresenta as 7 táticas mais utilizadas pela imprensa para distorcer a realidade.

Toda uma construção se inicia na ‘imposição de narrativa’, com a intenção de repetir de modo insistente certas pautas para que isso caia na boca do povo e domine o imaginário das pessoas.

“A pauta escolhida é apresentada e representada de forma exaustiva durante os telejornais da manhã, da tarde, da noite; comentada em programas de auditório, debatidas em entrevistas, estampadas em portais, jornais e revistas” , afirma.

Com o assunto inserido no meio social parte-se para o uso da ‘autoridade’. Especialistas no tema ou veículos de imprensa renomados, devem avaliar o cenário a fim de passar uma isenção maior pautado pelo suposto “jornalismo sério”.

Segundo Delfino, as ‘imagens condicionantes’ são um importante aspecto para definir uma narrativa e atrelar sentimentos no inconsciente do telespectador. “Procurem prestar atenção nas imagens escolhidas para retratar os inimigos e os queridinhos da mídia e vejam a diferença. Uma notícia envolvendo Bolsonaro, coincidentemente, traz uma foto onde ele está com cara de mal, testa franzida, talvez com uma linguagem corporal agressiva.

As próximas duas táticas são ‘exposição seletiva’ e ‘omissão de dados’. A exposição seletiva trata da escolha sobre quais assuntos serão contados ou não. “Quando existe uma suspeita sobre alguma figura ideologicamente próxima, a imprensa se cala ou menciona informação contendo omissão de dados. Essa omissão buscar estruturar a história de uma forma completamente diferente. O que auxilia no processo de notícia descontinuada.

A fato não precisa ser verdadeiro, ter provas etc, basta que desmoralize ou destrua a reputação de alguém. O último passo é o uso dos intelectuais orgânicos, são acadêmicos, artistas, escritores usados para validar a narrativa e mexer com o emocional do telespectador. “É uma ferramenta que virá para dar o arremate final ao telespectador ingênuo e fazê-lo cair no canto da sereia. Pois tudo o que vem do famoso x e da celebridade y têm ainda mais poder sobre a mente das pessoas.”

https://www.instagram.com/p/CFAG9kcAHCR/?igshid=9awc0q0hcws2

5 COMMENTS

  1. A abordagem midiatica de que fato que envolva o atual governo apresenta os seguintes caracteres: sempre há dúvida se algo é positivo; se negativo, foi feita de má fé, de caso pensado; todos os agentes são suspeitos. Ou seja, já deixou de ser manipulação da opinião pública com a espiral do silêncio para ser, pura e simplesmente, terrorismo jornalístico.

  2. Infelizmente muitos brasileiros ainda são manipulados pela imprensa e notícias distorcidas com a única intenção de levar ao poder quem eles querem. A busca pela fatos e pela verdade já não existe mais, apenas narrativas para interesses do sistema. Isso é uma luta cultural já há décadas que vem destruindo nossa sociedade.

  3. Por mais que a mídia tente defenestrar o atual governo, os fatos por si já bastam para mostrar o grande engodo que é o Bolsonaro. E não estou defendendo Lula e o PT, que foram um antro de corrupção. Hoje o Brasil é chacota universal com as sandices da “família “. Como é que chegamos ao ponto de ter em sequência duas figuras patéticas. Que surja uma terceira via urgente.

  4. Com isso,eles conseguem arrastar aqueles que são menos informados e que daí, se tornam presas fáceis de serem manipulados. Vejo isso no meu trabalho; algumas pessoas, até com boa formação, porém só olham para o jeito de falar do presidente e porque ele não usa máscara, não tem a liturgia do cargo e etc…; e com isso passam a atuar no lado errado, porque perdem a percepção de que coisas mais importantes estão em jogo. Como eles se bitolaram em assistir as notícias por meio da velha mídia, ficam desinformados das coisas boas que o governo faz, sim, porque a velha mídia nunca reconhece nada de bom do governo. Sempre que anunciam algo que foi bom, deixam transparecer nunca é tão bom assim; poderia ser melhor.

  5. Interessante: no último parágrafo, que cita o último passo para dar “veracidade” à informação, as grandes mídias colocam à disposição a opinião de “especialistas”.
    Até dou risada quando no término da pseudo-reportagem se fala: “de acordo com os especialistas, ….”, KKKK!!!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas notícias

O STF será o responsável por uma guerra civil no Brasil

O Supremo Tribunal Federal (STF), por iniciativa do ministro Alexandre de Moraes (relator do caso), decidiu antecipar...

“Um Povo Livre Precisa Estar Armado” George Washington (1° Presidente dos EUA)

Ao longo dos governos de centro-esquerda e esquerda propriamente dito, o Brasil teve uma severa diminuição no...

Moraes nega pedido da PGR para arquivar inquérito contra Bolsonaro

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes negou ontem (5) o arquivamento do inquérito...

Jô Soares morre aos 84 anos em São Paulo

O autor e ator Jô Soares morreu na madrugada de hoje (5), aos 84 anos,...
- Advertisement -

Presidente sanciona piso para enfermagem sem reajuste automático

O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta quinta-feira (4), em cerimônia no Palácio do...

55 realizações notáveis do Governo Bolsonaro

Apesar de todas as dificuldades internas e externas (incluindo uma crise sanitária, a paralisação da economia global...

Você deve ler isso...

O STF será o responsável por uma guerra civil no Brasil

O Supremo Tribunal Federal (STF), por iniciativa...
- Advertisement -

Você pode gostar tambémRELATED
Recomendado para você

WhatsApp Receba notícias no WhatsApp