Guerra Cultural A batalha da mente - Eles querem a sua...

A batalha da mente – Eles querem a sua alma

No segundo artigo sobre o sequestro da Alma: Guerra cultural é uma guerra espiritual, João Carvalho destaca: "A nossa batalha não é contra o Oriente Médio, não é contra a Rússia, China ou Venezuela. Nossa guerra é e sempre será no campo da mente. Uma batalha para destruir e conquistar mentes e corações dos seres humanos"

-

- Advertisment -

Na continuação dessa série de artigos vemos que a cidade de Babilônia ataca a cidade de Jerusalém. A cidade do erro atacando a cidade de Deus. E Jerusalém cai e seu povo é raptado, sequestrado e escravizado por ímpios em outro país.

Todos nós, em algum momento de nossas vidas, já ouvimos palavras assim: “se Deus é tão bom por que existe o erro, a mentira, o pecado? Por que o mal parece triunfar sempre sobre o bem? Se Deus é tão bom por que pessoas boas, honestas, inteligentes adquirem um câncer e ficam numa UTI até morrerem? Por que pessoas trabalhadoras e empreendedoras vão a falência e ficam pobres”?

Se Deus é tão bom por que isso…ou por que aquilo? Etc e etc…

Não é assim que todos nós já ouvimos alguma vez? Por que será que aos nossos olhos humanos o mal parece estar sempre no trono?

James Russel Lowell (1819-1891), poeta, crítico, escritor e diplomata americano disse assim: “A verdade está sempre no cadafalso; o erro sempre no trono”.

Em Daniel 1: 3-5, o próprio rei Nabucodonosor pede para ser trazido até à presença dele rapazes da família real e da nobreza de Jerusalém. Fica claro nesses três versos que Daniel e seus três amigos passariam por um processo de ACULTURAÇÃO, que é o processo de modificação cultural de um indivíduo se adaptando a uma outra cultura e internalizando traços significativos da nova cultura.

O que o Rei Nabucodonosor queria com isso? Queria modificar a percepção de Daniel e seus amigos sobre a Babilônia; influenciá-los no modo de pensar babilônico; educa-los na cultura babilônica, para depois servirem ao Rei e mais tarde fazê-los voltar a Israel para governarem em nome da Babilônia, em nome de Nabucodonosor.

Isso é muito comum até os nossos dias pessoal. Roma (Império Romano) fez isso em larga escala. A Rússia fez isso com diversos países do leste europeu e também com o Afeganistão. Jovens eram levados para Moscou para serem educados e doutrinados em instituições de ensino especiais onde aprendiam a “filosofia” marxista, sobre o socialismo e sobre o comunismo. E, após um certo período de tempo eram enviados de volta pelo Kremlin aos seus respectivos países, para serem os novos governantes.

Processo de aculturação planejada e executada tecnicamente. Percebam que Daniel, Hananias, Misael e Azarias passaram por tudo isso e coisas bem piores. Eles aprenderam a língua, a cultura, a religião e foram educados em técnicas e ciências babilônicas de sua época. E para finalizar todo esse processo de lavagem cerebral, o Rei tentou mudar seus nomes, como está descrito no artigo anterior.

Mudar sua identidade, seu caráter e sua personalidade, no fim das contas queriam mudar a sua mente e a sua alma. Só que Daniel e seus amigos eram “vasos sagrados” e Nabucodonosor não contava com isso.

Mas o que o Brasil vive hoje não é quase a mesma coisa?

Uma sociedade extraordinariamente materialista ou, como disse o Professor Olavo, “o brasileiro é o povo mais ‘dinheirista’ do mundo”. Um povo dado ao sexo em demasia e moralmente decaída. Homens e mulheres levados pela emoção histérica. Um povo forçado e coagido a se conformar com toda a podridão que está aí estabelecida.

O envolvimento em grande escala com drogas, prostituição, bebedeiras, corrupção normatizada, confusão sobre sua identidade sexual, delírios de interpretação sobre a sociedade brasileira e sua política… e por fim, um homem que foi preso por condenação de alta corrupção por dezenas de juízes de primeira, segunda e terceira instâncias é liberto pelo STF pra concorrer à Presidência da República que ele mesmo foi preso por ter roubado e corrompido! E ainda por cima, o partido do sujeito que mais roubou o país vai receber R$ 503.000.000,00 desse fundo eleitoral pra bancar sua campanha (quinhentos e três milhões de reais)!

Enfim… isso é uma verdadeira canalhice com o povo brasileiro! E esse mesmo povo, infelizmente, não faz nada contra esse tribunal flagrantemente venal aos olhos de todos nós!

Voltando ao Livro de Daniel, faço uma outra pergunta: por que Deus começa o Livro de Daniel como uma história e não como uma profecia?

Na minha opinião, Deus sabia que nos tempos do fim não só o governo, mas uma parcela de sua própria sociedade tentaria de todas as formas fazer lavagem cerebral no seu povo. Deus não começa o Livro com profecias arrasadoras sobre o futuro, mas começa com um homem que foi sequestrado de sua família e levado para um outro reino inimigo de Israel cujo coração não estava nos conceitos “mágicos” e levianos daquela sociedade babilônica. Um homem que foi ensinado, educado e aculturado no país inimigo, mas ele (Daniel) não se deixou vencer.

Como disse JR Lowell, “há dois tipos de fraquezas, a que parte e a que verga”.

E Daniel e seus amigos não se partiram e nem se vergaram ao inimigo.

A nossa batalha não é contra o Oriente Médio, não é contra a Rússia, China ou Venezuela. Nossa guerra é e sempre será no campo da mente. Uma batalha para destruir e conquistar mentes e corações dos seres humanos. É uma guerra no seu intelecto e a batalha é no campo cultural e os objetos a serem conquistados serão a sua mente e a sua alma.

Aí está caros amigos a nossa guerra cultural de hoje em dia. A guerra cultural dos dias do fim.

Tudo será através das mídias sociais, televisão e internet. Violência, imoralidade e decadência sociocultural são os scripts diários nesses veículos de comunicação.

Cuidado com o que você coloca diante de seus olhos e ouvidos. Tudo ocorre segundo a agenda e estratégias gramscistas, marcuseanas e frankfurteanas para alterar de forma perniciosa o seu e o nosso processo de pensamento, percepção e julgamento da realidade que nos cerca.

O coração é o centro do intelecto. É o centro do processo de nossas emoções e centro do processo de pensamento, Provérbios 4:23 e 23:7 podem nos confirmar isso que acabo de escrever.

Para finalizar, o inimigo fará tudo que for possível através de todas as mídias disponíveis para corromper e alterar o nosso coração e, consequentemente, a nossa mente. A cultura é o maior campo de guerra que podemos imaginar nessa vida.

CUIDEMOS!!! “Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia”. (1Coríntios 10:12)

(Finalizarei no 3° e último artigo)

<< Artigo anterior : O Sequestro da Alma: Guerra cultural é uma Guerra Espiritual >>

O Relevante News valoriza a liberdade de expressão. A opinião do colunista é autônoma e de responsabilidade do respectivo comunicador, que é livre para expressá-la sem qualquer interferência. A opinião do colunista não reflete, necessariamente, a opinião do Relevante News.

João Carvalho (Colunista) – Economista pós graduado em gestão empresarial pelo CEFET-RJ
Contato: joaoctc2007@gmail.com
Instagramjoaoctcarvalho

João Carvalho
Economista pós graduado em gestão empresarial pelo CEFET-RJ

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas notícias

Os responsáveis pelo colapso são os que se proclamam defensores da democracia

Milhões de pessoas de um lado contra uma meia dúzia do outro. Essa meia dúzia precisa se lembrar que não cabe a eles determinar o que o povo pode ou não pedir. Se o povo é soberano e o verdadeiro PATRÃO de todo funcionário público, ele pode pedir O QUE QUISER.

“Nunca interrompa o seu inimigo quando ele estiver cometendo um erro”

"O criminoso SABE que não tem saída e que, diante disso, restam duas alternativas: entregar-se para a prisão ou tentar a sorte, sair atirando e - quem sabe? - por um milagre conseguir escapar", destaca Pedro Delfino

Estado Autocrático do Xandaquistão

Você duvida do processo eleitoral?“-Fique quieto!”Você acha que deveria ser possível auditar a eleição?“-Não fale isso!!”São descobertas...

Fome de Poder Global

Esse artigo não tem o intuito de falar em teorias de Marx, Engels, Lênin, Trótski, Stalin ou...
- Advertisement -

Moraes manda bloquear contas de pessoas e empresas ligadas as manifestações

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou o bloqueio de contas bancárias de 43 pessoas físicas e jurídicas suspeitas de financiar "atos antidemocráticos" e que não aceitam o resultado da eleição presidencial de outubro.

Onde o povo Brasileiro Entra Nessa Democracia?

A verdade é que o Brasil não é uma democracia pelo simples fato de que o povo não participa de nada em relação ao Estado e muito menos em relação aos governos.

Você deve ler isso...

Os responsáveis pelo colapso são os que se proclamam defensores da democracia

Milhões de pessoas de um lado contra uma meia dúzia do outro. Essa meia dúzia precisa se lembrar que não cabe a eles determinar o que o povo pode ou não pedir. Se o povo é soberano e o verdadeiro PATRÃO de todo funcionário público, ele pode pedir O QUE QUISER.

“Nunca interrompa o seu inimigo quando ele estiver cometendo um erro”

"O criminoso SABE que não tem saída e que, diante disso, restam duas alternativas: entregar-se para a prisão ou tentar a sorte, sair atirando e - quem sabe? - por um milagre conseguir escapar", destaca Pedro Delfino
- Advertisement -

Você pode gostar tambémRELATED
Recomendado para você

WhatsApp Receba o nosso CONTEÚDO no WhatsApp