Início Espiritualidade Startup mira esforços para dar voz aos cristãos em debates contemporâneos

Startup mira esforços para dar voz aos cristãos em debates contemporâneos

A Invisible College é voltada para a formação intelectual, uma pesquisa mostra os impactos da pandemia nas congregações

-

Em meio a necessidade de abertura a debates contemporâneos junto a grupos cristãos nasceu o Invisible College, uma comunidade virtual engajada no compartilhamento de conteúdos que contribuam para a formação intelectual das pessoas e o enfrentamentos dos novos desafios do mundo moderno.

A startup, criada pelo pastor e coordenador pedagógico, Pedro Lucas Dulci, e pelo designer e coordenador de mídia, Kaiky Fernandez, é uma alternativa para os que buscam formação teológica séria e comprometida com a fé cristã. E, portanto, oferece cursos e mentorias, baseados em uma curadoria de pesquisa e interpretação de dados relacionados ao serviço da igreja e do bem comum.

Cerca de 270 igrejas de diversas denominações, espalhadas nos 26 Estados e no Distrito Federal, participaram de um estudo analítico sobre os impactos da crise nas comunidades locais. A pesquisa foi realizada entre os dias 24 de abril e 05 de maio.

Segundo os líderes religiosos, quase metade das igrejas realizam mais de 4 reuniões presenciais semanais, sendo que 2/3 possuem uma equipe de mídia envolvida em seus trabalhos. Com o isolamento social, a rotina dos cultos precisou ser adaptada para viabilizar suporte devocional aos fiéis.

As mídias sociais se mostraram fundamentais para preservar a dinâmica das igrejas e contato com os membros. A transmissão ao vivo foi a mais eficaz em suprir a necessidade do público devido a possibilidade de garantir interatividade e pessoalidade e evangelização. Antes da pandemia da Covid-19, quase metade das igrejas não operavam por vídeos, seja ou vivo ou por gravação e, atualmente, em 74% dos casos essa foi a ferramenta mais utilizada, uma modificação que poderá se tornar comum nas práticas eclesiásticas pós-pandemia.

Os principais pontos de atenção neste momento, estão direcionados a ações de saúde mental e emocional; atendimento à necessidades básicas; prevenção da propagação do vírus; acompanhamento espiritual entre outros. A expectativa para o retorno das atividades presenciais é alta, conforme apontam os líderes, mas eles destacam que esse processo será feito de forma gradual.

Entre os próximos desafios a serem superados em um momento pós-pandemia estão questões sobre organização financeira; readequação do cronograma; resgate espiritual de pessoas abaladas, cuidado emocional e outros, como a compreensão do novo paradigma. Isso devido o debate necessário sobre autoridades e marcas que estão sendo questionadas sobre a incompatibilidade entre o discurso e a ação. E a igreja e seus membros mais do que nunca precisam estar presentes e serem vozes ativas nesse cenário.

WhatsApp Receba as notícias do Relevante