Cristãos evangelizam nas ruas do epicentro do coronavírus na China

Um grupo de cristãos passou a evangelizar nas ruas de Wuhan, epicentro do surto de coronavírus na China

337
Reprodução/Reuters

Um grupo de cristãos passou a evangelizar nas ruas de Wuhan, epicentro do surto de coronavírus na China. Usando máscaras para se proteger, eles promovem a o evangelho através de folhetos com conteúdo bíblico e também doam máscaras às pessoas nas ruas.

A China é uma nação comunista, mas estima-se que haja mais de 100 milhões de cristãos no país, que acabam por vezes sofrendo perseguição. A ação foi noticiada pela rede CBN News na Ásia, a correspondente da Lucille Talusan também se sensibilizou e disse:

“Eles distribuem máscaras, dizem que são cristãos e compartilham o amor de Cristo, falando sobre Jesus para levar esperança. Isso é realmente um avanço.”

Segundo a correspondente, a população de Wuhan está enfrentando um momento delicado, algumas pessoas se tornaram mais receptivas ao evangelho.