Comportamento Papa Herege?

Papa Herege?

"Vejam a fala de Francisco sobre união civil homosexual e uma análise equilibrada dos fatos", destaca Pedro Delfino em artigo

-

- Advertisment -

O mundo recebeu ontem a notícia de que o Papa Francisco apoiou a União Civil entre pessoas do mesmo sexo em uma entrevista concedida ao documentário de nome “Francesco”. Oh! Que escândalo! Para os seus críticos, sabemos que a notícia já chegou em forma de prova cabal do que eles sempre acreditaram: o Papa, de fato, é um agente revolucionário do anticristo para subverter a Igreja. Mas, para aqueles com um pouquinho mais de bom senso, prudência e raciocínio, as coisas não precisam tomar repercussões tão histéricas e desmedidas, não é mesmo?

Vamos aos fatos então: “Os homossexuais têm direito a estar em família, são filhos de Deus. Não se pode expulsar uma pessoa de sua família ou tornar a vida impossível para ela [fim da primeira parte]. O que precisamos criar é uma lei de união civil. Dessa forma eles são legalmente contemplados. Eu defendi isso [fim da segunda parte]” – disse o Papa na entrevista. Percebam que a maldade já começa na edição, porque, na primeira parte, Francisco fala sobre filhos gays que devem ser acolhidos com caridade em suas famílias e não rejeitados/expulsos; já na segunda, ele responde a uma pergunta sobre casamento gay. A junção das duas falas em uma edição corrida faz parecer que ele está defendendo que os homossexuais possam se casar, ter filhos e constituir família; o que não é verdade.

Dito isso, porém, é fato que ele defendeu a ideia da União Civil. Então, respirem, acalmem-se e deixem o cérebro oxigenar para raciocinar claramente. Prontos? Respondam agora então: se um homem ateu e uma mulher ateia se casam, apenas no civil (e não na Igreja), eles não poderão usufruir dos direitos provenientes deste contrato, mesmo considerando que, diante de Deus e da Igreja, eles NÃO estão casados e vivem em pecado? A Igreja teria o direito de dizer que eles NÃO podem firmar um contrato entre si, sendo que nem católicos eles são?

Entendam: a lei do Estado deve servir para todos os cidadãos; já a lei da Igreja se aplica apenas àqueles que optam por pertencer a ela e seguir suas regras. Ora, nós não podemos obrigar as outras pessoas a viverem sob a doutrina católica! Vocês queriam que o Papa dissesse o quê? Que os homossexuais não podem ter direitos porque vivem em pecado? Os direitos civis independem do estado espiritual do indivíduo.

Não acreditem em mim. O cardeal austríaco, Christoph Schönborn, apelidado durante o último conclave como “filho espiritual” de Bento XVI, já havia também se posicionado publicamente a favor da união civil, em resposta de 2016 à Revista Stern. E o nosso Dom Henrique Soares, bispo reconhecido por sua firme fidelidade à doutrina, parece concordar com Schönborn e Francisco: “O sacramento não existe e nunca existirá para os homossexuais. Pode existir a união civil, que não tem nome de sacramento. Se alguém perguntar: ‘Dom Henrique, o senhor é a favor que pessoas do mesmo sexo tenham um contrato civil?’ Eu não tenho nada contra, porque elas são cidadãs e pagam seus impostos. Se querem viver a vida toda, e um quer ter direito à herança do outro, aos benefícios sociais do outro, a gente não tem nada contra isso.”

Vejam só: o que parece estar confundindo a muitos é a distinção entre união civil e casamento gay; um é totalmente admissível e legítimo; o outro não. E o próprio Papa Francisco já se disse CONTRA o casamento gay! Portanto, não pensem que essa fala dele esteja um milímetro sequer fora da doutrina de sempre. Duvidam? Então vejam só:

Em 2010, quando ainda era cardeal na Argentina, Bergoglio foi criticado pela presidente socialista, Cristina Kirchner, por liderar um movimento de oposição à recente decisão do Senado argentino de aprovar o casamento gay. Na época, o futuro Papa deixou clara sua posição, ao manifestar que “o casamento gay é um ataque destrutivo ao plano de Deus”. Já no livro “Sobre o Céu e a Terra”, publicado em 2013, Francisco disse taxativamente que equiparar a relação homossexual com a heterossexual seria “uma regressão antropológica”!

Em 2016, Francisco publicou a exortação apostólica Amoris Laetitia, onde ele reforçou o seu pensamento, dizendo que a pessoa homossexual “deve ser respeitada em sua dignidade e acolhida com respeito”, MAS, lembrou também que o casamento entre pessoas do mesmo sexo “não está nos planos de Deus”. E seguiu: Ninguém pode pensar que enfraquecer a família como sociedade natural fundada sobre o matrimônio seja algo bom para a sociedade. (…) As uniões de fato entre pessoas do mesmo sexo, por exemplo, não podem ser equiparadas simplificadamente ao matrimônio. Nenhuma união precária ou fechada à transmissão da vida garante o futuro da sociedade”.

Também em 2016, quando a Itália passava por um momento polêmico de discussão sobre a união civil para casais homossexuais, Francisco veio à público enfatizar novamente que, embora o reconhecimento dos direitos seja admissível, “não pode haver confusão entre a família que Deus quer e qualquer outro tipo de união. A família é fundada em um indissolúvel matrimônio com capacidade unitiva e procriativa”. Já em 2017, ele voltou a tocar no assunto, dessa vez em entrevista concedida ao sociólogo francês, Dominique Wolton, publicada no livro “Política e Sociedade”. Prestem bastante atenção nas palavras do Papa Francisco nesta resposta:

“‘Casamento’ é um termo histórico. Sempre na humanidade, e não apenas dentro da Igreja, foi apenas entre um homem e uma mulher. Não podemos mudar isso. É a natureza das coisas. É assim que elas são (…) A união homossexual deve ser chamada de ‘união civil’. Não brinquemos com a verdade!”.

Uau, este Papa está me parecendo mais conservador do que nunca, hein? Mas não para por aí, pois, logo em seguida, Francisco completou o raciocínio denunciando o que está por trás desse movimento e acabou de vez com as acusações de esquerdismo: “É verdade que por trás de tudo isso existe uma ideologia de gênero. Até nos livros as crianças estão aprendendo que podem escolher seu próprio sexo. Por que o sexo, você ser mulher ou ser homem, é uma escolha e não um fato da natureza? Isso favorece o erro.”

Reflitam agora com vocês mesmos: alguém viu ALGUMA dessas falas dele sendo noticiadas na mídia como agora está sendo a suposta “aprovação” dele à homossexualidade? Umazinha que seja?? É o que eu sempre digo — e espero que esteja ficando cada vez mais claro para vocês: o que a mídia pode usar a favor da narrativa ELA USA e o que vai contra a narrativa ELA ESCONDE! Cuidado: estão tentando vender uma falsa versão progressista da Igreja e vocês estão comprando! E o pior: isso está acontecendo com pessoas de direita, que a esta altura já deveriam estar vacinadas contra essas artimanhas da mídia, mas estão caindo no canto da sereia igualzinho os esquerdistas caem quando o assunto é o Fake News contra o Bolsonaro.

Pedro Delfino é especialista em História da Civilização Ocidental e História da Igreja Católica; autor do livro Mentalidade Atrasada, Nação Fracassada (que aborda temas como História, Filosofia e Política); do Curso de História Geral da Civilização Ocidental, do Curso de Excelência Catholica, do livro Via Sancta e é co-Fundador do Movimento Brasil Conservador.
contato
Instagram @phdelfino
E-mail: contato@phdelfino.com

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas notícias

Governo sanciona lei que cria autoridade de segurança nuclear

O governo federal sancionou a lei que cria a Autoridade Nacional de Segurança Nuclear (ANSN). O texto,...

Aziz adia para quarta-feira a leitura do relatório da CPI

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, senador Omar Aziz (PSD-AM), adiou em um...

Notícias sobre Off-Shore de Guedes para desestabilizar o Governo tem método

Numa das polêmicas da vez, usada pela oposição para desestabilizar o governo, é a tal da Off-Shore...

Sobre o Decálogo de Lênin, Marx e Absorventes

Desde que surgiu, contesta-se a autoria do que ficou conhecido como Decálogo de Lênin, lista de dez...
- Advertisement -

Justin Bieber, a Maconha e os Cristãos

Em 2021, parte do mundo gospel ficou estarrecido, quando Justin Bieber, que se dizia cristão convertido, anunciou...

Conversa entre Alcolumbre e funcionária fantasma só confirma a péssima qualidade de nossos congressistas

Todo o caso é muito simples. Em 2013, Davi Alcolumbre, que na época ainda era apenas um...

Você deve ler isso...

Governo sanciona lei que cria autoridade de segurança nuclear

O governo federal sancionou a lei que...

Aziz adia para quarta-feira a leitura do relatório da CPI

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito...
- Advertisement -

Você pode gostar tambémRELATED
Recomendado para você

WhatsApp No WhatsApp