“Eu fui insultado moralmente”, disse Nunes sobre tapa em Glenn

O jornalista e o cofundador do site The Intercept se agrediram ao vivo durante exibição do programa Pânico

66
Reprodução/Jovem Pan

O jornalista e comentarista Augusto Nunes se pronunciou após se envolver em uma cena de agressão durante um programa de rádio. Na ocasião, Nunes desferiu tapas no rosto de Glenn Greenwald, que é cofundador do site ‘The Intercept’. “Eu reagi a uma agressão”, disse o jornalista.

O episódio ocorreu durante a transmissão do programa Pânico, na rádio Jovem Pan. Glenn estava sentado ao lado do jornalista, que disse ter ficado ofendido com as declarações.

“Eu fui insultado moralmente. Aí adverti para que ele não usasse a palavra ‘covarde’, que é insultuosa, que é grave. Adverti cinco vezes, ele insistiu. Eu tinha duas opções: ou reagir com altivez ou engolir o insulto. Não tive alternativa.”- disse o jornalista em conversa ao jornal Folha de S.Paulo- como replicou o Renova.

Sobre o ocorrido, Nunes disse que “reagiu como qualquer homem reagiria”. “O agredido fui eu. Eu reagi a uma agressão. Me sinto completamente tranquilo. Saí de lá [do estúdio] em paz comigo mesmo. Não havia o que fazer.”

Entenda

Antes das agressões, Glenn destacou que Augusto Nunes citou seus filhos para criticá-lo. No entanto, o jornalista rebateu dizendo que foi um comentário irônico.

“Onde eu propus, como ele disse, que ele perdesse a guarda das crianças? Tudo é ilação. Eu disse a ele: ‘Prove que eu disse isso, prove que eu sugeri que fosse retirada a guarda das crianças’. Foi um comentário irônico”. Disse nunes- como aponta o Último Segundo.