Colunistas Por que a direita é radical com alguns pontos?

Por que a direita é radical com alguns pontos?

Henrique Gustavo: "Quando alguém realmente busca informações sobre posicionamentos por outros meios que não a mídia tradicional, é sinal que ela está disposta a querer pensar se ela está ou não certa sobre determinado assunto"

-

- Advertisment -

“Nos últimos dias alguns conhecidos, colegas, amigos e parentes resolveram ser mais diretos com suas dúvidas quanto a “por que ser de direita?”, ou melhor, vieram com dúvidas “curiosas” através da seguinte pergunta: Por que a direita é radical com alguns pontos?”

Achei interessante.

Ainda mais pela primeira pergunta que se segue – curiosamente – por quem tem essas dúvidas e que corrobora com o pensamento que eu já havia expressado para alguns mais próximos e vou descrever aqui logo mais.

Também é algo a se notar que esta posição mais em busca das verdades tenha ocorrido após uma sequência de podcasts em que o presidente participou – que bateu recordes de audiência nos canais como o Flow, Cara a Tapa, e mais recentemente no Ironberg – e também após a sabatina – que mostrou o baixíssimo nível do jornalismo falso e canalha de Willian Bonner e Renata Vasconcelos, diga-se de passagem – do Jornal Nacional.

Prova do sucesso da estratégia do governo é que muitos jovens que se diziam “contrários” a discutir política por se tratar de um assunto “chato” ou complexo demais, tomaram conhecimento das posições do Presidente Jair Bolsonaro e viram que na maioria dos pontos pensam igual a ele através destes canais de comunicação mais modernos e com abertura para ele “poder falar” – coisa que “jornalistas” não conseguiram fazer – livremente a respeito de temas que todos estão curiosos.

Mais, ainda perceberam que se identificam com o ser humano Jair Bolsonaro.

Esta claramente é a razão pela qual muitos vieram com suas dúvidas – que na verdade foram colocadas neles através da mídia, artistas e outros canais sedentos pela volta dos aportes financeiros governamentais – sobre “se eu me peguei concordando tanto com o que o presidente diz, por que alguns assuntos são tão radicais para a direita?”.

Como eu disse, curiosamente a primeira pergunta é na grande maioria das vezes “Por que a direita é tão contra o casamento gay?”…

Pois é, percebe-se aí dois pontos:

O primeiro é que as pessoas que pensam que a direita é “contra” o casamento gay que ela está falando, deve pensar isso por uma campanha massiva da palavra homofobia em suas redes, com a estratégia óbvia da esquerda de dividir o povo e se apropriar de seus pensamentos.

Fica claro que muitos acabaram “comprando” a briga contra o governo por não querer entrar em conflitos com colegas e amigos homossexuais do meio social ou trabalho e, com isso, não percebem que inclusive gays que são a favor do governo são trucidados por não comprarem a agenda da baixaria.

O segundo, é que elas não entendem o motivo da direita ser contra o casamento gay, e o motivo, quando explico, é que…


Não somos!

Quando digo que a pessoa está equivocada quanto a esta afirmação, ela primeiro fica meio desnorteada…

Explico da seguinte forma:

“É pelo simples fato da liberdade de um não invadir a liberdade do outro.”

A direita não é contra o casamento (civil) gay; eles já existem, os direitos civis, legais e tudo o mais.
A gente simplesmente NÃO LIGA!

O que as pessoas que vêm com essa dúvida não entendem, é que a direita é contra a Cerimônia Religiosa Cristã! O Sacramento Matrimonial!

E isto também pelo simples fato do que defendemos. A LIBERDADE.

O líder religioso cristão, seja o padre, o pastor ou inclusive o médium de um centro espírita – visto que a fundamentação religiosa do espiritismo se baseia nos ensinamentos de Cristo – fez sua vida crendo na Palavra. E se ele a segue é por fato que ele é livre para exercer da forma que está escrita.

O homossexual tem a liberdade dele de morar junto com alguém, só que a liberdade dele termina onde começa a do outro. Neste caso, a liberdade de exercer a crença do religioso.

Vale destacar um ponto aqui – já antecipando alguns que sempre vem com a defesa de que “devemos amar uns aos outros”.

O cristão não deve ser violento, agir agressivamente ou de forma rude contra alguém que queira viver com alguém do mesmo sexo; mas o cristão que diz que não há problemas em celebrar o Sacramento do Matrimônio entre eles está claramente equivocado no seu entendimento bíblico, pois estará cooperando para que os envolvidos não desfrutem da glória eterna.
1 Coríntios 6:9 – 11

Nesta passagem fica clara a defesa do motivo por qual não se realiza o sacramento do matrimônio, ao passo que também diz sobre o perdão que pode ser conseguido!

Um caso que ficou bem conhecido há alguns anos, foi o de que um casal gay, no Colorado, entrou na justiça pois um confeiteiro cristão se negou a confeccionar o bolo de casamento deles alegando objeção de consciência. Ora, por que não procuraram alguma confeitaria que tivesse os mesmos ideais deles? É apenas pelo “showzinho” mesmo.

Felizmente, o confeiteiro ganhou o caso.

Entenda. Simplesmente defendemos a liberdade.

Outro exemplo que aparece e que fica claro em se explicar, é a questão da eutanásia.

Médicos dedicam anos em sua formação e fazem o juramento de que devem SALVAR vidas, não encerrá-las.

Se a pessoa não quer mais viver, por que o estado deve designar alguém que jurou salvar vidas para terminar com uma?

Percebe que por mais sofrida que esteja uma situação, envolver um terceiro fere a liberdade deste?

É como a frase dita no dia a dia pela maioria das pessoas, “o seu direito termina onde começa o meu.”
Em se tratando de outro exemplo, a defesa do porte de armas para o cidadão de bem.

Você tem todo o direito de não querer ter uma arma para proteger seu lar ou se defender; mas seu direito termina quando você quer que EU não tenha uma.

Mesmo você acreditando que isto aumente a violência – o que de fato não ocorre – ou que colocarei familiares e amigos em risco, é minha liberdade assumir estes riscos e pagar caso algo ocorra.

Você não é preso ao se habilitar para dirigir por “talvez vier a atropelar alguém”.

Outra pergunta que é frequente, vem a respeito de ser contra o aborto, pois a desculpa geralmente é acompanhada por “mas e o papo de defesa da liberdade? A mulher pode querer!”. Pois é, desde que não interfira na liberdade de outro, lembra?
Neste caso, a do bebê.

Como já foi falado em outros artigos, como este aqui, por exemplo; é mais uma questão de moral e ética – neste caso, a falta destes atributos – a pessoa não “querer” aceitar que ali já há vida, não é o fato de sair da barriga que define se está vivo ou não.

Claro que jovens têm medo do incerto, como uma gravidez não planejada; mas se utilizar de matar bebês para controle de natalidade claramente não é a saída.

Acredito que a proximidade das eleições fez as pessoas quererem se abrir mais sobre tais assuntos, o que me alegra. Afinal, quando alguém realmente busca informações sobre posicionamentos por outros meios que não a mídia tradicional, é sinal que ela está disposta a querer pensar se ela está ou não certa sobre determinado assunto.

Você tem alguma dúvida que gostaria de sanar a respeito de ideais de esquerda ou direita? Não deixe de comentar.

Grande abraço, e fiquem com Deus!

O Relevante News valoriza a liberdade de expressãoA opinião do colunista é autônoma e de responsabilidade do respectivo comunicador, que é livre para expressá-la sem qualquer interferência. A opinião do colunista não reflete, necessariamente, a opinião do Relevante News.

Henrique Gustavo (Colunista) É administrador de empresas e trabalha no setor farmacêutico. Também é hipnoterapeuta e pensador. Nas horas vagas, estuda o setor financeiro, ajuda pessoas com problemas e passa tempo com a família.

Henrique Gustavo
É administrador de empresas e trabalha no setor farmacêutico. Também é hipnoterapeuta e pensador. Nas horas vagas, estuda o setor financeiro, ajuda pessoas com problemas e passa tempo com a família.

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas notícias

General Heleno desmente fake news de Ricardo Noblat no Twitter

O jornalista do grupo Globo, Ricardo Noblat, publicou em seu Twitter nesta sexta (23), um post em...

Bolsonaro indicará ministros contra o aborto ao STF, se reeleito

O candidato à reeleição pelo PL Jair Bolsonaro disse hoje (23) que,...

Pesquisa Brasmarket aponta Bolsonaro com 44,9% e Lula com 31%

Em um novo levantamento do Instituto Brasmarket, divulgado hoje (23), aponta o atual presidente da república Jair...

Os “draconianos” do STF não prevalecerão

Drácon ou Dracon foi um Arconte de origem nobre conhecido como o primeiro legislador de Atenas. Nascido...
- Advertisement -

Bolsonaro na ONU: “O povo brasileiro acredita em Deus, Pátria, família e liberdade”

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (22) que, apesar da crise mundial, o Brasil chega ao final...

Verdade, Justiça e Liberdade vs Mentira e Opressão

“O que um texto esconde por trás de palavras que miram agradar, ou melhor, enganar apreciadores de...

Você deve ler isso...

- Advertisement -

Você pode gostar tambémRELATED
Recomendado para você

WhatsApp Receba notícias no WhatsApp