O autoritarismo supremo!

"Parece um jogo orquestrado, o Ministro Celso de Mello autoriza divulgar o vídeo integral, que não tem a ver com a investigação das acusações de Sergio Moro, Alexandre recebe a bola, enquadra o Ministro da Educação por suas falas e faz o gol ao autorizar essas apreensões no dia de hoje", revela Kharyna Accioli em artigo

656
Reprodução

Àqueles que comemoram a aberração comandada hoje pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em apreender celulares e computadores de jornalistas e apoiadores do Presidente Jair Bolsonaro, intimações à deputados da base do governo serão os mesmos que sofrerão as consequências de tais atos, nada como a lei da semeadura para trazer os frutos dessa insanidade porquê não reconhecem que as eleições de 2018 colocaram no poder o candidato que não apoiavam.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) na época pediu que fosse arquivado o inquérito por considerar ilegal, Alexandre de Morais não concordou e agora comanda um inquérito que além de inconstitucional e ilegal é sigiloso, as partes investigadas não podem ter acesso ao processo.

Parece um jogo orquestrado, o Ministro Celso de Mello autoriza divulgar o vídeo integral, que não tem a ver com a investigação das acusações de Sergio Moro, Alexandre recebe a bola, enquadra o Ministro da Educação por suas falas e faz o gol ao autorizar essas apreensões no dia de hoje.

Nos resta saber qual será o juiz que apitará o impedimento à maior violação da liberdade de expressão, manifestação e crítica no país estabelecida pelo ativismo judicial do STF, que pelo jeito, não vê problemas em tratorar o Poder Executivo e o maior Poder conforme a CF no artigo 1o, o Povo!


Kharyna Accioli (Colunista)
Pastora, Leader Coach e Analista Comportamental