Início Colunistas Estava sujo? O STF limpou!

Estava sujo? O STF limpou!

"O Supremo Tribunal Federal nos surpreende mais uma vez com as decisões dos "Ticos e Tecos" de suas iluminadas cabeças", destaca Nelson Fonseca em novo artigo

-

Dessa vez o STF liberou políticos com ficha suja, que estariam inelegíveis em outubro, a serem elegíveis nas eleições de novembro.

Isso mesmo, meu povo. O STF resolveu considerar “poucos dias” mais relevantes do que “4 anos” de um ciclo eleitoral.

Sempre que houver uma brecha sequer que beneficie à corrupção, ao tráfico de drogas e à bandidagem em geral, ela será utilizada pelo “Supremo Tribunal das Falcatruas”.

Como houve mudança de data das eleições, devido à pandemia, os “supremos” acharam bom beneficiar candidatos que estariam impedidos de disputar o pleito com base na Lei da Ficha Limpa.

Não vou entrar no mérito dessa ridícula mudança de datas, como se o corona vírus fosse sair de férias em novembro. Vou me ater apenas nesse – mais ridículo ainda – entendimento dos “abutres do Supremo Tribunal da Fraude”.

Após um pedido feito pelo deputado Célio Studart (PV-CE), argumentando que um candidato cuja inelegibilidade vencia em 7 de outubro, estaria elegível para disputar o pleito em 15 novembro, nova data da eleição estabelecida pelo Congresso.

O parlamentar alegou que, na nova data, já estaria vencido o prazo de oito anos de inelegibilidade determinado nas eleições de 2012. Isso porque, nesses casos, conforme deliberado pela Justiça Eleitoral, a contagem teve como marco inicial o dia 7 de outubro.

O que as mentes privilegiadas dos togados não estão pensando é que as datas dos pleitos eleitorais são MÓVEIS e variam de acordo com o calendário, já que o dia da semana escolhido é SEMPRE O DOMINGO.

O que isso significa?

Isso significa que essa medida descabida poderá influenciar em outras eleições futuras.

Como assim?

Por exemplo, os que foram considerados inelegíveis em 5 de Outubro de 2014 – data do primeiro turno das eleições desse ano – por 8 anos, teriam a sua inelegibilidade expirada em 5 de outubro de 2022.

Segundo a lógica idiota dos ministros do STF, caso o primeiro turno das eleições de 2022 seja marcado para 3 de outubro de 2022 – domingo, eles estariam INELEGÍVEIS, mas se o pleito acontecer uma semana depois, em 10 de outubro, eles estariam ELEGÍVEIS.

Essas são as datas dos primeiros turnos das últimas eleições:

2010 – 03/10
2012 – 07/10
2014 – 05/10
2016 – 02/10
2018 – 07/10
2020 – 15/11
2022 – ?????

Por exemplo: Os políticos considerados inelegíveis em 03/10/2010, por 8 anos, poderiam ter sido liberados para o pleito de 07/10/2018, quatro dias depois do vencimento da punição.

Isso pode ser facilmente “manipulável”. Portanto, o que deveria ser considerado como prazo é o número de ciclos eleitorais, e não a contagem simples de dias.

O que mais me surpreende é o fato de que eu – simples mortal – tenha reparado isso em apenas 2 minutos, enquanto os “iluminados ministros” não perceberam que estariam criando um perigoso precedente.

Cabe agora à nós, eleitores, identificar os beneficiados por essa absurda decisão, e torná-los INELEGÍVEIS através do nosso voto, enquanto ainda tivermos esse direito.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WhatsApp-Image-2020-08-28-at-16.22.04.jpeg

Nelson Fonseca (Colunista) É profissional de TI aposentado, de direita, conservador, patriota e cristão. Atualmente luta, incessantemente, contra o Comunismo e a degradação social e dos conceitos cristãos.

WhatsApp Receba as notícias do Relevante