Início Colunistas Até 2030? Seria ótimo!

Até 2030? Seria ótimo!

"Paira sobre Brasília, uma conspiração para reeleger Rodrigo Maia e David Alcolumbre para mais um mandato nas presidências da Câmara e do Senado, respetivamente", destaca Nelson Fonseca em novo artigo

-

Paira sobre Brasília, uma conspiração para reeleger Rodrigo Maia e David Alcolumbre para mais um mandato nas presidências da Câmara e do Senado, respetivamente.

Vamos relembrar aos amigos algumas regras vigentes:

O artigo 57, § 4º, da Constituição Federal é bastante claro. Conta com a seguinte redação: “Cada uma das Casas reunir-se-á em sessões preparatórias, a partir de 1º de fevereiro, no primeiro ano da legislatura, para a posse de seus membros e eleição das respectivas Mesas, para mandato de 2 (dois) anos, vedada a recondução para o mesmo cargo na eleição imediatamente subsequente”.

Além disso, o artigo 5º do Regimento Interno da Câmara dos Deputados apresenta texto similar: “Na segunda sessão preparatória da primeira sessão legislativa de cada legislatura, no dia 1º de fevereiro, sempre que possível sob a direção da Mesa da sessão anterior, realizar-se-á a eleição do Presidente, dos demais membros da Mesa e dos Suplentes dos Secretários, para mandato de dois anos, vedada a recondução para o mesmo cargo na eleição imediatamente subsequente”.

Concordo plenamente que leis e regras podem e devem ser alteradas, adequadas e modernizadas, sempre que necessário e pelos meios democráticos, atendendo sempre os anseios do povo.

Porém, nunca vi em toda minha vida, alterar-se a regra do jogo aos 44 minutos do segundo tempo. As alterações, quando feitas, devem passar a valer apenas para o próximo jogo ou próximo campeonato.

De outra forma, seria o que diz a senadora Fátima Bezerra: “É gopi!”

Sugiro, no entanto, que incluam nesse projeto, a possibilidade também de um terceiro mandato para o Presidente da República. Que tal?

Fico aqui imaginando o Jair Bolsonaro como presidente até 2030. Que maravilha!

Não teria problema os “canhotas” ficarem até 2030 falando das queimadas da Amazônia, ainda que se ela estivesse realmente queimando na velocidade que afirmam, no máximo em 2022 já seria chamada de “Deserto da Amazônia”.

Com certeza, até 2030, a Laurinha, uma linda moça à essa altura, já estaria acostumada a chamá-lo de “Papai Bozo”.

A Peppa estaria orgulhosa. “- Quem diria, se não fosse eu, o Bolsonaro não seria nada!”.

Só não sei prever se a Peppa estaria com ou sem bacon em 2030.

A minha única dúvida é em relação ao Bonner. Será que a Rede Globo sobreviveria até lá ou ele viraria “blogueiro”?

Fico imaginando uma “live” do canal do William Bonner no Youtube, transmitida em incríveis 8G, entrevistando o Boulos, candidato à presidente com seus quase 2% nas pesquisas. Como vem evoluindo, esse tal de Boulos!

Ou assistir o programa da Dona Fátima Bernardes, sentadinha no sofá com uma linda peruca loira, numa nova versão da Hebe.
Dona Fátima entrevistando a gracinha da “Dorinha”, novo nome da agora “mulher-trans”, do ex-governador de São Paulo.

A OMS estaria anunciando ainda uma segunda onda da Covid, mas o mar continua calmo. Não dá nem pra “pegar jacaré”.

A seleção brasileira rumo ao octa-campeonato. O Vasco vice de novo. Tudo transmitido pela internet, pois não teremos mais o monopólio da extinta Globo.

Ah 2030! Seria ótimo ser “robô” da candidatura da Laurinha. Afinal, o Bozo precisa descansar.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WhatsApp-Image-2020-08-28-at-16.22.04.jpeg

Nelson Fonseca (Colunista) É profissional de TI aposentado, de direita, conservador, patriota e cristão. Atualmente luta, incessantemente, contra o Comunismo e a degradação social e dos conceitos cristãos.

WhatsApp Receba as notícias do Relevante