Colunistas A polêmica em torno do lobo-guará

A polêmica em torno do lobo-guará

Sempre que o Governo faz ou tenta fazer alguma coisa, aparecem os partidos de esquerda para questionar e tentar impedir. Não poderia ser diferente com o lançamento da nota de 200 Reais.

-

- Advertisment -

A decisão do lançamento da nova nota foi do Banco Central do Brasil e aprovada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), e pronto! Qual é a dúvida?

A necessidade de imprimir mais cédulas foi para suprir o aumento da demanda por dinheiro em espécie que se verificou durante a pandemia de Covid-19.

Em março, a quantidade de dinheiro vivo em circulação era de aproximadamente R$ 216 bilhões. Esse montante subiu rapidamente, durante a pandemia e hoje já está em torno de R$ 277 bilhões.

A principal causa foi o que o Banco Central chama de “entesouramento”, que nada mais é que o hábito de guardar dinheiro em casa.

Esse fenômeno foi observado em praticamente todo o mundo, desde o início da pandemia. Em momentos de incerteza, as pessoas tendem a acumular reservas em casa, principalmente em países de inflação baixíssima e taxas de juros igualmente baixas, como o nosso.

O dinheiro em casa, em tempos de incerteza, transmite a sensação de segurança e estabilidade.

A previsão do Banco Central é de que, ao longo do ano, entrem em circulação 450 milhões de novas cédulas. O governo disse que a medida não tem impacto na base monetária do país – isso significa, numa explicação simples, que não será um “dinheiro a mais” circulando. É como se, em vez de colocar duas notas de R$ 100 em circulação, o Banco Central substituísse por uma de R$ 200.

Não gera inflação, como muitos “economistas de botequim” andam falando por aí.

A Casa da Moeda emite, ou melhor, imprime cédulas novas todos os dias. Constantemente as notas velhas e rasgadas são substituídas por notas novas. Isso é absolutamente normal.

A emissão de novas cédulas de 200 Reais deve-se principalmente à dois fatores: Primeiro porque, desde o lançamento do Real, a nossa nota de maior valor, 100 reais, perdeu muito poder de compra. O Real, ao ser lançado, valia 1 dólar e hoje vale aproximadamente 17 centavos de dólar. O outro motivo é a economia que significa imprimir 1 nota de 200 em vez de 2 notas de 100.

Aí, pra variar, começou o mimimi dos “canhotos”.

Os partidos políticos PSB, Podemos e Rede Sustentabilidade, na falta de coisa mais importante para se preocupar, entraram com uma ação ajuizada no Supremo Tribunal Federal exigindo o cancelamento da emissão dessas cédulas.

Sem apresentar nenhuma razão plausível que justificasse esse ridículo pedido, contou com os igualmente ridículos membros da Suprema Corte, para mais uma vez gerar notícias insinuando que o Governo estaria fazendo “algo errado” e que eles, “os supremos”, estariam tentando impedir.

Do alto de toda a sua arrogância, prepotência, arbitrariedade e autoritarismo, a ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu prazo de 48 horas para que o Banco Central (BC) apresente informações que justifiquem o lançamento da cédula de R$ 200, prevista para o fim deste mês.

Fez isso como se fosse da sua conta, as medidas econômicas do Poder Executivo e do Banco Central do Brasil.

Dizem que estariam preocupados que a facilidade em transportar e armazenar altos valores em notas de 200 Reais, poderia propiciar os crimes de corrupção.

Ora vejam! Os partidos de esquerda e o STF estão preocupados com corrupção? Quem diria!

Onde eles estavam enquanto saqueavam o país, durante os governos petistas?

Talvez agora o deputado federal José Guimarães (PT), que foi preso com dólares na cueca, hoje absolvido pelo STJ, poderia usar uma cuequinha menor, tipo as do João Dória, para esconder dinheiro.

Além disso, a PF não demoraria tanto tempo para contar os 51 milhões apreendidos com o Geddel, também já solto pela Justiça.

Como vocês podem ver, são inúmeras as vantagens da nota de 200.

O que combate a corrupção é mantê-los presos, não o valor das notas apreendidas.

Por favor, não subestimem nossa inteligência. Vocês estão mesmo preocupados com a corrupção?

“Pra cima de moi?”

Ou será que não gostaram da escolha do Lobo-Guará? Será que preferem uma Lula ou uma Anta?

Onde vamos parar? O que mais vocês querem proibir ou atrapalhar? Quantas vezes mais irão tentar tirar poderes do Presidente do Executivo?

Quando vão parar de “encher o saco”?

Quais são os motivos? Seria por estar esse governo a 600 dias sem corrupção? Ou seria porque ele secou as tetas nas quais vocês mamavam?

Calma gente, faltam ainda uns 2.300 dias para ele sair. Comecem a contagem regressiva.

A verdade é que “tá ficando feio!” Todos já perceberam o desespero de vocês. A abstinência realmente deve ser dolorosa!

Nelson Fonseca (Colunista) É profissional de TI aposentado, de direita, conservador, patriota e cristão. Atualmente luta, incessantemente, contra o Comunismo e a degradação social e dos conceitos cristãos.

Últimas notícias

Governo sanciona lei que cria autoridade de segurança nuclear

O governo federal sancionou a lei que cria a Autoridade Nacional de Segurança Nuclear (ANSN). O texto,...

Aziz adia para quarta-feira a leitura do relatório da CPI

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, senador Omar Aziz (PSD-AM), adiou em um...

Notícias sobre Off-Shore de Guedes para desestabilizar o Governo tem método

Numa das polêmicas da vez, usada pela oposição para desestabilizar o governo, é a tal da Off-Shore...

Sobre o Decálogo de Lênin, Marx e Absorventes

Desde que surgiu, contesta-se a autoria do que ficou conhecido como Decálogo de Lênin, lista de dez...
- Advertisement -

Justin Bieber, a Maconha e os Cristãos

Em 2021, parte do mundo gospel ficou estarrecido, quando Justin Bieber, que se dizia cristão convertido, anunciou...

Conversa entre Alcolumbre e funcionária fantasma só confirma a péssima qualidade de nossos congressistas

Todo o caso é muito simples. Em 2013, Davi Alcolumbre, que na época ainda era apenas um...

Você deve ler isso...

Governo sanciona lei que cria autoridade de segurança nuclear

O governo federal sancionou a lei que...

Aziz adia para quarta-feira a leitura do relatório da CPI

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito...
- Advertisement -

Você pode gostar tambémRELATED
Recomendado para você

WhatsApp No WhatsApp