“Não vou admitir baderna na minha cidade”, diz Ibaneis sobre manifestações

Ao comentar posicionamento de Bolsonaro sobre atos de supostos apoiadores, o governador considerou: "Sempre que o presidente se manifestou sobre aqueles atos ditos como inconstitucionais, e eu considero assim também, ele sempre se referiu como pessoas infiltradas"

1278
Reprodução

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), voltou a se manifestar sobre protestos na capital federal. Recentemente, Ibaneis determinou o bloqueio do trânsito na Esplanada para evitar novos atos. Algumas manifestações seriam idealizadas por movimentos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro.

Sobre o decreto, o governador falou ao Estadão que não vai permitir “baderna na cidade”. “Estou fazendo isso para manter a segurança de todos, tanto das autoridades quanto da população”.

“Tenho umas 200 canetas e de tinta eu tenho mais umas duas gavetas. Então, o que precisar ser feito aqui, vai ser feito.”

Ao comentar sobre protestos, Ibaneis considera que Bolsonaro também não incentiva os atos de violência. “Sempre que o presidente se manifestou sobre aqueles atos ditos como inconstitucionais, e eu considero assim também, ele sempre se referiu como pessoas infiltradas”.