Grupo empresarial que fará o projeto do VLT é selecionado

As linhas com 22km de extensão ligarão terminal Sul e Norte

Reprodução/Asltom

As empresas selecionadas para desenvolver o projeto de implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), na W3, tiveram seus nomes divulgados, ontem (23), pelo Governo do Distrito Federal.

O grupo vencedor do pregão é composto pelas empresas BF Capital Assessoria em Operações Financeiras, Serving, Civilsan, Empresas Associadas de Engenharia, Trans Sistemas de Transportes e Viação Piracicabana.

O projeto para o novo sistema de transporte dentro do Plano Piloto deverá obedecer diversas etapas e parâmetros para atender de fato a população, além de passar pelo crivo da Secretaria de Mobilidade.

Segundo o Chamamento de Manifestação de Interesse n.º 01/2019, o trajeto previsto de 22km fará ligação do terminal da Asa Sul ao da Asa Norte, passando pela via W3, utilizando tecnologia VLT com alimentação elétrica. A extensão irá do Aeroporto JK até o setor Noroeste.

Por enquanto, o governo não tem os valores consolidados. Pelo planejamento governador Ibaneis Rocha (MDB), as obras do VLT começarão no início de 2020. “É um projeto que precisa acontecer, mas não aquele do passado”, disse o governador.

com informações Metrópoles*