Início Brasília GDF quer ampliar modelo de gestão compartilhada a mais seis escolas

GDF quer ampliar modelo de gestão compartilhada a mais seis escolas

-

O Governo do Distrito Federal pretende ampliar o modelo de gestão compartilhada a mais seis escolas do DF. A intenção do governo é atingir mais 6.643 estudantes de colégios da Asa Norte, Taguatinga, Samambaia, Núcleo Bandeirante, Paranoá e Planaltina.

As unidades escolhidas para se tornarem compartilhadas são o Centro Educacional (CED) Gisno, na Asa Norte; Centro de Ensino Fundamental (CEF) 19 de Taguatinga; CEF 407 de Samambaia; CEF 1 do Núcleo Bandeirante; CED 1 do Itapoã (antigo CEF 5 do Paranoá); e CED Condomínio Estância III de Planaltina.

“Os primeiros resultados que recebemos das quatro escolas que já funcionam em regime compartilhado com a Segurança, são muito bons e mostram que devemos investir mais no projeto. Como aconteceu antes, a comunidade é quem vai decidir se as escolas terão a administração compartilhada. Nada será imposto, mas acredito que este é mais um passo na nossa busca pela excelência na educação”, afirma o governador Ibaneis Rocha.

Na gestão compartilhada das unidades educacionais, cabe à Secretaria de Educação a parte pedagógica, enquanto a Segurança cuida de atividades extraclasses, voltadas à disciplina e educação cívica, com a presença de 20 a 25 policiais militares.

Para que o modelo seja implementado nas escolas, diretores, professores, estudantes e pais ou responsáveis de alunos devem se reunir para decidir democraticamente, mediante aprovação em assembléia.

com informações Agência Brasília*

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -
WhatsApp Receba as notícias do Relevante