Festival Blockchain Week Brasil quer unir e fortalecer o mercado para o uso da tecnologia blockchain

Em Brasília, a Logo Aceleradora realizará o Block Summit Capital, com palestras gratuitas

146
Reprodução/Unsplash

Um dos maiores eventos voltados para o mercado de tecnologia do mundo já começou. O Blockchain Week Brasil promoverá diversas experiências inovadoras que devem fomentar o setor. O evento teve início ontem (7) e vai até 16 de novembro.

Segundo divulgado pelo BWB “o formato do festival é único, pois, diferente de outras semanas blockchain que ocorrem pelo mundo, não está centralizado em uma única região ou realizador.”

Ainda, sobre o festival, a organização destaca que “um dos objetivos do festival é promover o entendimento dos impactos da Blockchain no País, além da especulação financeira, compreendendo seus benefícios e impactos nos negócios, poder público e outras esferas da sociedade.”

A programação é única e repleta de informações sobre empreendedorismo, avanços no setor, finanças, agronegócio, inteligência artificial e outros assuntos.

Confira a programação completa no site.

Centro Oeste

Em Brasília, será realizado o Block Summit Capital, no dia 14 de novembro. A programação é gratuita e abordará como tema central o “Panorama de iniciativas em blockchain desenvolvidas na capital federal e fomento da discussão sobre novas possibilidades de aplicação dessa tecnologia, inclusive na área pública e no governo.”

O evento acontecerá na Logo Aceleradora, uma empresa do Grupo Infosolo. A iniciativa conta com a parceria do escritório Justen Pereira Oliveira e Talamini Adovogados.

Serão debatidos três eixos principais: “O primeiro tratará dos aspectos jurídicos, com a participação dos advogados André Guskow, Brunella Santos, César Pereira e Sophie Nappert, que fará uma vídeo conferência direto de Londres.

O Segundo painel será de GovTech, sob o comando do Matheus Belin, ex diretor de tecnologia e operações do DataPrev.

O último painel ficará a cargo do empreendedor e professor universitário Thálisson Lopes, que abordará as principais dificuldades do uso de Blockchain no Brasil.”