Amicraft: Negócio social capacita mulheres em situação de vulnerabilidade

Negócio social, criado por Meire Reis, para capacitar e empoderar mulheres que estão em situação de vulnerabilidade, usa a técnica japonesa “amigurumi” para fazer bonecos de crochê e gerar renda sustentável

163
Weslley Silva/RN

Apaixonada por artesanato a mais de 15 anos, Meire Reis sempre gostou de trabalhos manuais, e desde os tempos de faculdade, já completava sua renda vendendo alguns produtos. Depois de um período que viveu na Alemanha em 2018, e de volta ao Brasil, desempregada, com auto-estima baixa e com sintomas de depressão, Meire foi apresentada ao Amigurumi.

Formada em Adminstração de Empresas mas apaixonada por Empreendedorismo Social, Meire sempre quis empreender mas não sabia como começar, encontrando no Amigurumi, benefícios não só para sua saúde mental, mas também como uma fonte de renda.

Com dois pilares muito bem definidos na educação e geração de renda, a Amicraft nasceu com objetivo de ajudar mulheres a obterem seu sustento com as próprias mãos. Através de um curso online, mulheres aprendem a fazer os bonecos de crochê, do zero ao acabamento, e ainda recebem um treinamento em vendas e marketing digital. Toda a renda das vendas do curso é reinvestida para apoiar projetos sociais ao redor do mundo.

Confira o vídeo reportagem: