Início Brasil Moro pede colaboração a empresários para ressocializar presos

Moro pede colaboração a empresários para ressocializar presos

Selo Resgata é entregue a 198 empresas que participam do projeto de ressocialização

-

Em cerimônia de entrega do Selo Nacional de Responsabilidade Social pelo Trabalho_Resgata, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, defendeu a contratação de pessoas que cumprem pena ou deixaram o sistema prisional por empresas brasileiras.

O ministro acredita na ressocialização do preso e que o incentivo deve-se dar através do trabalho e do estudo. “Não podemos perder a fé e a esperança de que as pessoas podem se redimir. E uma das melhores maneiras é dar oportunidade para estas pessoas”, disse o ministro durante a cerimônia.

O Selo Resgata foi entregue a 198 empresas em 15 estados, nas quais são empregadas cerca de 5.603 pessoas. A expectativa é ampliar o número de empresas para mil em 2020 e engajar mais empresas privadas na ação, já que a maioria são órgãos públicos.

Em contrapartida, a iniciativa oferece algumas vantagens aos empresários, como a redução de despesas trabalhistas. A contratação é feita mediante convênio com governo, que habilita com o Selo Resgata empresas contratantes de 1% a 3% de presos dentro do quadro total de funcionários.

Também esteve presente no evento, Fabiano Bordignon, diretor geral do Departamento Penitenciário Nacional (Depen). “Temos que romper um certo preconceito e classificar melhor os presos para que as empresas saibam que podem recebê-los”, comentou ele.

com informações Agência Brasil

WhatsApp Receba as notícias do Relevante