Brasil Ministros sobrevoam Bahia e prometem recursos para reconstrução

Ministros sobrevoam Bahia e prometem recursos para reconstrução

Itabuna é um dos municípios mais atingido pelas fortes chuvas

-

- Advertisment -

Quatro ministros de Estado sobrevoaram hoje (28) as regiões atingidas por fortes chuvas na Bahia, onde anunciaram uma série de ações para auxiliar o esforço de atendimento à população desabrigada e prometeram recursos futuros para a reconstrução da infraestrutura e de moradias.

Pela manhã, os ministros João Roma (Cidadania), Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional), Marcelo Queiroga (Saúde) e Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos) se encontraram em Itabuna (BA), um dos municípios mais atingido, de onde sobrevoaram a região por helicóptero.

Por volta do meio-dia, os ministros deram entrevista coletiva na qual anunciaram as medidas de cada ministério para lidar com a situação de calamidade. Queiroga, por exemplo, disse que uma portaria publicada nesta terça-feira (28) destina R$ 12 milhões do Fundo Nacional de Saúde para os fundos municipais comprarem insumos.

O ministro da Saúde anunciou ainda o envio imediato de 100 mil doses para reforçar a vacinação contra a gripe na região, bem como doses para hepatite A e cinco toneladas de insumos hospitalares. Devido às chuvas, algumas localidades perderam grande parte dos remédios e imunizantes. Médicos da Força Nacional de Saúde também estão sendo mobilizados.

Damares Alves anunciou esforços conjuntos com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) para prevenir os desaparecimentos e garantir o direito de crianças da região. Os ministro da Cidadania , João Roma, e do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, por sua vez, prometeram que novos recursos federais serão canalizados num futuro breve para a reconstrução de casas e estradas.

Estradas

Nesta terça (28), o governo publicou uma medida provisória destinando R$ 200 milhões para reconstrução de estradas danificadas pelos temporais em diferentes estados, dos quais R$ 80 milhões serão destinados à Bahia.

Porém, o governador da Bahia, Rui Costa, disse que a quantia não é suficiente, e pediu por mais recursos. Tanto Roma como Marinho responderam que após as águas recuarem será possível avaliar o real tamanho dos danos e calcular um novo repasse futuro.

“Será feito o que for necessário não só para a recuperação de estadas e rodovias, como das estradas vicinais, das casas, dos acessos, da infraestrutura urbana que porventura tenha sido atingida”, disse Marinho.

Números

Até o momento, a Bahia contabiliza 116 municípios afetados, e o número de cidades que decretaram situação de emergência chega a 100. Segundo a Defesa Civil do estado, 470 mil moradores foram prejudicados de alguma maneira pelos temporais. As enchentes já deixaram 20 mortos e mais de 31 mil desabrigados.

Em entrevista coletiva mais cedo, o governador Rui Costa disse que “a sensação que nós temos é, pelas imagens que vemos, de um grande bombardeio em todo o estado”. Ele acrescentou que pelo menos 50 cidades tem casas embaixo d’água. “Agora que a água começa a baixar, a gente vê o estrago que foi feito em casas de pessoas simples, que fizeram um esforço danado para erguê-las.”

Famílias de 100 municípios que decretaram estado de calamidade por conta das chuvas na Bahia e em Minas Gerais são as primeiras a receber o Auxílio Gás, do Governo Federal. O benefício de R$ 52 começa ser pago nesta segunda-feira (27/12) a 108.368 famílias integrantes do Programa Auxílio Brasil.

Os beneficiários são informados do pagamento pelos aplicativos do Auxílio Brasil e do Caixa Tem. O depósito é feito na conta do programa social.

O valor do Auxílio Gás corresponde a 50% da média do preço do botijão de gás de cozinha de 13 quilos. Será concedido um benefício por família a cada dois meses.

“O Auxílio Gás será transferido para mais de 108 mil famílias de municípios em 100 municípios de calamidade pública, principalmente na Bahia e em Minas Gerais. O Auxílio Gás faz parte do Programa Auxílio Brasil”, disse o secretário especial de desenvolvimento social do Ministério da Cidadania, Robson Tuma.

As demais 5.471.632 famílias elegíveis ao Auxílio Gás receberão seus benefícios retroativamente a partir de 18 de janeiro, seguindo o calendário regular de pagamentos do Auxílio Brasil, de acordo com o Ministério da Cidadania.

Auxílio a quem está em situação de vulnerabilidade

O Auxílio Gás foi instituído pela Lei n° 14.237, de novembro de 2021, e regulamentado pelo Decreto n° 10.881, de 3 de dezembro de 2021. O programa vai atender mais de 5,5 milhões de famílias em situação de vulnerabilidade e será pago em complemento à folha do Auxílio Brasil.

Com o benefício, o Governo Federal quer dar maior qualidade de vida a brasileiros em situação de vulnerabilidade e melhorar a situação econômica de famílias afetadas com o aumento do gás e de alimentos, consequência da Covid-19.

Quem tem direito ao Auxílio Gás

É destinado a famílias inscritas no Cadastro Único do Governo Federal, com renda per capita menor ou igual a meio salário mínimo e integrantes do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Para receber o benefício não é necessário realizar cadastro. O Governo Federal utilizará a estrutura do Programa Auxílio Brasil para realizar os pagamentos do Auxílio Gás, por meio da Caixa Econômica Federal.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas notícias

França identifica nova variante do coronavírus com mais de 40 mutações

A França identificou nova variante do coronavírus com mais de 40 mutações genéticas, sendo que uma está...

Presidente Bolsonaro recebe alta após internação

O presidente Jair Bolsonaro recebeu alta na manhã desta quarta-feira(5), após ficar 3 dias internado no Hospital...

Bolsonaro não precisará se submeter a cirurgia e talvez tenha alta amanhã (5)

O presidente da República, Jair Bolsonaro, aceitou bem a alimentação líquida e teve retirada a sonda nasogástrica,...

“Não apoiamos o passaporte vacinal”, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro fez na noite desta sexta-feira (31) um pronunciamento em rede nacional de rádio...
- Advertisement -

Salário mínimo passa a ser de R$ 1.212 a partir de amanhã (1º)

O Diário Oficial da União publica, nesta sexta-feira (31), a Medida Provisória nº 1.091, de 30 de dezembro de 2021,...

Os riscos da exposição de crianças à experiência da vacina experimental

Dizer que não se deve obrigar crianças a tomar uma vacina experimental não deveria provocar tanta reação...

Você deve ler isso...

França identifica nova variante do coronavírus com mais de 40 mutações

A França identificou nova variante do coronavírus...

Presidente Bolsonaro recebe alta após internação

O presidente Jair Bolsonaro recebeu alta na...
- Advertisement -

Você pode gostar tambémRELATED
Recomendado para você

WhatsApp Receba notícias no WhatsApp