Início Brasil Justiça derruba a cassação da psicóloga que se manifestou contra ideologia de...

Justiça derruba a cassação da psicóloga que se manifestou contra ideologia de gênero

A profissional foi acusada de preconceito pelo Conselho Federal de Psicologia

-

A catarinense Patrícia de Sousa Teixeira entrou com uma liminar na justiça após ter seu registro profissional de psicóloga cassado pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP) por se manifestar contra a ideologia de gênero.

A psicóloga alegou que a decisão fere a sua liberdade de consciência e expressão por motivos ideológicos, com base no Artigo 5° da Constituição Federal. Patrícia esclareceu que a intenção era explicar o panorâma caso um Plano Municipal de Ensino favorável à ideologia de gênero fosse aprovado no município Tubarão (SC).

“A ideia era falar sobre a importância de se conhecer o assunto, para que o projeto não fosse aprovado na surdina e para que os pais não fossem surpreendidos depois”, disse à Gazeta do Povo.

O processo contra ela foi instaurado em 2015 pelo Conselho Regional baseado em um vídeo no qual Patrícia aparece explicando o que a ideologia de gênero defende. Apesar de não ter ocorrido durante uma atuação de cunho profissional, o CFP considerou violação do Código de Ética da profissão por se tratar de um posicionamento “preconceituoso”.

Em outubro deste ano, o caso foi a julgamento no CFP, em Brasília. Uma vez que a psicóloga que não tinha defesa atuante na jurisdição brasiliense acabou tendo o registro cassado.

WhatsApp Receba as notícias do Relevante